Governo – Pandemia não acabou
Esportes

#ColunaEsportiva Investimentos Esportivos e seus “Altos e Baixos” no Brasil


Por Tharcys Michel

Em Ano de eleições e Copa do Mundo, Política e Esporte são assuntos corriqueiros nos quatro cantos do País, desde um simples bate papo entre amigos, até em um grande debate de autoridades. Em 2014 Políticos e desportistas andarão de lado a lado.
A falta de planejamento e a passividade com que as autoridades estão lhe dando com os atrasos e os superfaturamentos nas obras dos estádios da Copa do Mundo do Brasil, nos faz repensar a questão do tão falado “legado”, que este tipo de evento nos traria, mesmo após o seu fim.

Os projetos de mobilidade, não saíram do papel e os estádios que custariam “x” passaram a custar “xx” ou até mesmo o triplo dos gastos esperados. Investimentos esses que supostamente teriam que partir da iniciativa privada. Pois é…

Falando em investimento nos demais esportes, a Petrobrás, que investiu mais R$ 40 milhões (Com o objetivo de elevar o número de medalhas na Olímpiadas do Rio , em 2016), nos esportes pouco desenvolvidos, no país, provavelmente diminuirá seu apoio financeiro ao desporto olímpico Nacional. A diminuição nos lucros da empresa seria o principal motivo para tal atitude.

O que é certo, é que estamos em um momento crucial no Esporte olímpico do País, e essa redução no investimento, culminará na volta do esporte Nacional com uma fartura muito menor. Logo agora que os resultados começaram a aparecer, mesmo com o projeto estando no início. Resultados evidentes nos títulos mundiais de Everton Lopes (judô) e Fabiana Beltrame (Remo).

Talvez esse não seja o País que queremos, mas é o que temos e poderemos mudar no gol que faremos nas urnas. Será? Só acredito vendo!

Elielson Lima 08 jan 2014 - 7:55m

Comentários

Compesa

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog