Governo – Pandemia não acabou
Sem categoria

Em agenda no Recife, Aécio Neves confirma apoio do PSDB à candidatura de Paulo Câmara


paulo camara

O presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves, pré-candidato à Presidência da República, anunciou na manhã desta sexta-feira (21), logo após encontro informal com lideranças tucanas no Recife, que seu partido estará no palanque do PSB na eleição estadual. A declaração foi dada à imprensa num hotel no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Aécio aproveitou a ocasião para elogiar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), também pré-candidato à Presidência, e fazer críticas à gestão da presidente Dilma Rousseff.

“O PSDB sempre estimulou o surgimento de outras forças políticas para entrarem no jogo. O PT é que sempre quis polarizar o debate. O PT fez o que pôde para inviabilizar a candidatura de Eduardo Campos à Presidência”, declarou Aécio.

Depois do encontro com os líderes do PSDB estadual, Aécio segue para o primeiro encontro do partido Solidariedade, que é presidido no estado pelo deputado federal Augusto Coutinho. Especula-se que, no encontro, também realizado num hotel em Boa Viagem, o Solidariedade também declare apoio ao projeto de Paulo Câmara ao governo do estado. As lideranças do partido negam a informação.

Além da aliança com o PSB, o PSDB pode formar uma chapinha na eleição proporcional com o DEM e o Solidariedade. O deputado estadual Daniel Coelho esteve no encontro com Aécio e disse que permanecerá “neutro” nesta eleição. Ele disputará uma vaga na Câmara Federal. O deputado federal Mendonça Filho (DEM) também este presente, mas garantiu que a posição do partido no estado não está fechada e que a decisão será tomada após o carnaval.

Agenda com Eduardo Campos – Aécio Neves também tem um encontro marcado com o governador de Pernambuco. A visita, oficialmente, é de caráter pessoal. O senador vem acompanhado de sua esposa, a modelo Letícia Weber, para conhecer o quinto filho do socialista, Miguel Campos, nascido no final do mês passado. Aliados garantem que, entre as conversas, está o pedido para que Eduardo Campos declare publicamente que apoiará Aécio num eventual segundo turno contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Aécio já fez esta declaração em favor de Eduardo e espera uma contrapartida.

Com informações da repórter Julia Schiaffarino, do Diario de Pernambuco

Elielson Lima 21 fev 2014 - 16:29m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog