PCR – COVID
Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Eleições 2014

PSB e Rede lançam programa base de governo, Campos não poupou críticas ao Governo


20140204-131149.jpg

O governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, foi contundente em criticar o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) em discurso durante o lançamento das diretrizes básicas para o programa de governo preparado pelo partido, em aliança com a Rede Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva, nesta terça-feira 4.

Para o governador, o País saiu dos trilhos e é preciso reconduzi-lo de volta ao caminho certo. “É possível fazer melhorar o Brasil e fazer com que o País não saia dos trilhos. Seja de um assentamento rural, periferia no sudeste, ou em qualquer cidade na Amazônia Legal que vamos, temos a clara percepção que as pessoas estão vendo que o país parou, saiu dos trilhos que vinha, que com idas e vindas estava avançando”, disse.

Esta sensação foi a justificativa utilizada por ele para que o PSB saísse da base governista em busca de encontrar um novo caminho para o Brasil. “De repente houve a sensação da freada. Essa percepção clara nos impõe ao PSB, que ajudamos a construir a vitória do governo em 2010, a tomarmos a decisão unânime e mais dura [de se desligar da base do governo]”, afirmou.

Campos também ressaltou que o “velho pacto político que mofou (referindo-se às alianças mantidas pelo PT junto a partidos como o PMDB e ao sistema de troca de cargos por apoio político) “não tem mais nada de bom”. “Sei que não podemos botar cabresto na política, distribuindo cargos, pensando que todos se põem de joelho. Tem aqueles que carregam na consciência a vontade de lutar contra esse estado de letargia que nos comandava”, afirmou.

Segundo ele, “está esgotado” o padrão de “vir com o currículo de um incompetente debaixo do braço, só porque é amigo de A ou B”. Momentos antes, Marina Silva também criticou a “velha política” e disse ser possível “reconstruir aquilo que está mofando na política”.

Campos disse ainda que “não há quem ache que mais quatro anos do que está aí fará bem ao povo brasileiro”. O socialista afirmou que irá derrotar o atual governo na disputa presidencial com base em ideias, não se deixando “desesperar como aqueles que se agarram à máquina pública com medo de perder as eleições”. Campos discorreu, ainda, sobre a necessidade de retomar o crescimento econômico, desburocratizar o Estado e melhorar a qualidade da educação em todo o País.

Elielson Lima 04 fev 2014 - 16:12m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog