PCR – COVID
Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Sem categoria

Divergências do PT estadual serão apresentadas à direção nacional


Não é segredo para ninguém que a executiva nacional do PT quer que o diretório estadual apóie a pré-candidatura do senador Armando Monteiro (PTB) ao governo. A decisão, inclusive, é endossada pelo senador Humberto Costa e pelo deputado federal e ex-prefeito do Recife João Paulo. Na contramão, as lideranças dos petistas Oscar Barreto e Osmar Ricardo ainda brigam para lançar candidatura própria. A situação delicada será relatada nesta quarta-feira (19) pela presidente do PT em Pernambuco, Teresa Leitão, ao presidente nacional do partido, o deputado estadual Rui Falcão (PT-SP). O encontro, proposto pela comissão estadual, acontece pela manhã, em Brasília (DF).

“Vamos repassar o que está acontecendo aqui e ouvir se há novidades no cenário nacional. Nosso foco é a reeleição de Dilma”, afirmou Teresa. A divergência dentro do partido, no entanto, foi minimizada. “Nosso debate está sendo democrático”, afirmou a presidente. O grupo que defende candidatura própria ao governo chegou a enviar proposta, que depois foi rechaçada pela diretoria do partido, para a realização de um plebiscito. Foi a primeira vez que isso aconteceu numa campanha eleitoral do PT em Pernambuco.

O futuro do PT estadual nas eleições majoritária proporcionais deve ser definido no próximo fim de semana, durante o encontro regional da legenda. Os 300 delegados eleitos devem escolher se formam aliança com Armando Monteiro ou se defendem candidatura própria. A lista de pré-candidatos petistas tem seis nomes: Oscar Barreto, Osmar Ricardo, José de Oliveira, Edmilson Menezes, Severina Faustão e Prazeres Barros. Nos bastidores, no entanto, a presença de Armando é dada como certa. O evento acontece no Hotel Jangadeiro, em Boa Viagem.

Elielson Lima 19 mar 2014 - 4:14m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog