Governo – Pandemia não acabou
Sem categoria

Armando diz que prefeitos do partido dele estão sendo 'cooptados'


armando monteiro

Em entrevista, há pouco, na sede da União Geral dos Trabalhadores de Pernambuco (UGT-PE), o senador Armando Monteiro Neto (PTB), pré-candidato ao Governo do Estado, afirmou estranhar que, às vésperas do processo eleitoral, prefeitos do seu partido venham sendo cooptados para o palanque do seu adversário, o ex-secretário estadual da Fazenda, Paulo Câmara (PSB).

Armando chegou a sugerir que o governo criou uma espécie de ‘bolsa-eleição’ para seduzir prefeitos, com reuniões realizadas no Palácio do Campo das Princesas. “Seria uma espécie de ‘Super FEM'”, disse ele, referindo-se ao Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios, criado pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB).

“Está ocorrendo uma ação nítida de aliciamento dos prefeitos do PTB”, desabafou o senador, ao citar textualmente os dois casos mais recentes – o do prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano, e da prefeita de Arcoverde, Madalena Britto.

De acordo com o senador, o governador João Lyra Neto (PSB) tem que explicar se a sua gestão está sendo usado para aliciar prefeitos do campo da oposição para o palanque governista. “Os infiéis alegam que debandam sob o argumento de que terão investimentos em seus municípios”, explicou.

Com relação especificamente ao município de Arcoverde, Armando Monteiro disse que a prefeita Madalena Britto chegou a afirmar que a cidade do Sertão do Moxotó iria receber investimentos estaduais da ordem de R$ 11 milhões para obras. “Se isso for verdade, a isca do apoio são essas benesses que João Lyra precisa confirmar”, afirmou.

Quanto às alegações de Madalena, de que Arcoverde não recebe apoio do Governo Federal,, Armando disse que a prefeita omite que uma das maiores obras no município, a Adutora do Jatobá, foi financiada diretamente pela União.

Armando vai amanhã a Gravatá para fazer uma espécie de prestação de contas do Governo Federal. “Vamos apresentar à população todos os investimentos que o governo Dilma Rousseff (PT) vem fazendo no município”, afirmou.

O balanço será feito durante uma coletiva no Hotel Canariu’s. A tentativa é mostrar que o prefeito Bruno Martiniano não fala a verdade quando alega que mudou de lado porque não tem apoio da União.

Carlos Cavalcanti – Do Blog do Magno

Elielson Lima 25 abr 2014 - 19:18m

Comentários

Compesa

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog