Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Congresso Nacional

"PDT já decidiu apoiar Armando", afirma Paulo Rubem


20140411-152938.jpg

O indicativo nacional do PDT de apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) já teria definido, por tabela, que o partido estará na coligação do senador Armando Monteiro (PTB) ao Governo do Estado e não na do ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB). Ao menos essa é a avaliação do deputado federal Paulo Rubem Santiago (PDT), cuja avaliação constrata com a do também deputado Wolney Queiroz, para quem a legenda não teria batido o martelo no encontro nacional dessa quarta-feira (9).

“A definição é que a campanha nacional seja acompanhada pelos estados. E aí, independente das opiniões pessoais das outras pessoas do partido, Pernambuco se organizará para seguir essa opinião e nós estaremos no palanque que fará a campanha da presidenta Dilma. Palanque atualmente liderado pelo candidato ao governo, o senador Armando Monteiro, que já tem a indicação do PT para a vaga de Senado com o deputado federal João Paulo”, afirmou, em entrevista à Ràdio JC News.

Segundo Paulo Rubem, três definições foram tomadas no encontro dessa semana, que ocorreu em Brasília. Além do apoio a Dilma, o partido decidiu que estaria aberto a fazer alianças com siglas contrárias nos Estados em que o próprio PDT tiver candidato, fortalecendo o nome da sigla. Onde o PDT não tem candidato, caso de Pernambuco, a legenda teria se comprometido a “somar com o palanque nacional”.

“O PDT vai estar no estar em um palanque estadual que apoie a decisão da presidenta”, disse Paulo Rubem ao Blog. “Em Pernambuco, quem é esse palanque? É o palanque que já tem Armando Monteiro, que tem o deputado João Paulo”, confirmou.

De acordo com o deputado, a oficialização do apoio seria uma questão de dias. Antes da semana santa, o PDT nacional já começará a montar um mapa nacional com a previsão das alianças em todos os estados.

“A decisão política é o que vale. Agora, é trabalhar nas bases para se materializar”, afirmou. O próximo passo da legenda seria fechar as chapas proporcionais.

Em Pernambuco, o presidente estadual do PDT é o prefeito de Caruaru, José Queiroz. Ele, o filho Wolney e o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchoa, tem preferência pelo apoio a Paulo Câmara, já que o partido é aliado do PSB no plano estadual.

Nacionalmente, porém, as articulações de Armando Monteiro junto ao presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, teria sido decisivo para atrair o apoio. O senador chegou a oferecer a vaga de vice na coligação, que tem o deputado federal João Paulo (PT) como senador.

O Blog de Jamildo tentou contato com José Queiroz e com Wolney Queiroz, mas não conseguiu. A assessoria do senador Armando Monteiro informou que ele continua esperando um contato oficial do partido.

Elielson Lima 11 abr 2014 - 18:30m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog