Jaboatão / Limpeza
GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
PCR – Conecta Recife
Sem categoria

Seis governadores deixam o cargo em busca de disputar outros

Publicado em: 04/04/2014 - 19:13m

A dois dias do fim do prazo para deixar cargo público e concorrer às eleições de outubro, seis governadores reeleitos vão deixar os cargos até sexta-feira (4). Outros três ainda fazem suspense e prometem a definição no apagar das luzes.

Quatro governadores, porém, descartaram a renúncia e anunciaram que ficam em seus cargos até dezembro: o de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB); da Bahia, Jaques Wagner (PT); o do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB); e do Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB).


Quem sai

Os governadores que deixarão os cargos já têm seus atos de desincompatibilização marcados. O primeiro a sair é Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro, que deve ler carta de renúncia na Assembleia Legislativa hoje (3). Amanhã, o vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) assume o cargo, também em solenidade na Assembleia.

Na sexta, outros cinco governadores devem renunciar ao cargo. Um deles será o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que vai concorrer à presidência. Assumirá em seu lugar o vice, João Lyra Neto (PSB).

O clima entre os dois, porém, está estremecido, já que Neto reclamou ao ser preterido para sucessão de Campos ao Palácio do Campo das Princesas –Paulo Câmara (PSB), titular da pasta da Fazenda, foi o escolhido.

O governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, é outro que deixa o cargo nessa sexta, em solenidade ao meio-dia, no Palácio da Liberdade. Alberto Pinto Coelho (PP), atual vice, assume a cadeira deixada por ele.

Apesar da saída, Anasatasia não confirma ainda a candidatura ao Senado, embora coloque seu nome à disposição.

No Amazonas, Omar Aziz (PSD) sai às 19h (horário local) de sexta-feira, em solenidade no Teatro Amazonas. Ele deixa o cargo e deve enfrentar o senador Eduardo Braga (PMDB) pela única vaga do Estado a partir de 2015. Em seu lugar assumirá José Melo (Pros).

O governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), foi um dos últimos a confirmar renúncia –oficializou apenas semana passada. Ele deixa o cargo nessa sexta-feira, em solenidade marcada para as 11h. O novo governador será José Filho (PMDB).

Em Roraima, José de Anchieta Jr. (PSDB) confirmou sua pré-candidatura ao o Senado. Ele renuncia nesta sexta-feira, às 17h (horário local), e dar lugar a Chico Rodrigues (PMDB).

Indecisos
No Maranhão, a governadora Roseana Sarney (PMDB) ainda não anunciou se vai mesmo concorrer ao Senado, como é especulado. Caso ela renuncie, o Estado deverá ter eleição indireta, já que o vice, Washington Luiz, renunciou no final do ano passado após ser indicado para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Elielson Lima 04 abr 2014 - 19:13m

Comentários

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade

Publicidade – Petrolina

Publicidade

Arquivos do Blog