Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Eleições 2014

Ao Jornal Nacional, Campos repete mantra 'Brasil está perdendo de 7 a 1'


IMG_3954.JPG

Do Portal Brasil 247

Na segunda entrevista com presidenciáveis ao Jornal Nacional, o candidato do PSB, Eduardo Campos, conseguiu responder às perguntas de tal maneira que chegou a proferir diferente slogans de sua campanha. Frases como “só há uma promessa, a de a melhorar a vida do povo brasileiro”, “nosso compromisso número um é retomar à inflação à meta” ou “esse é o único governo que vai entregar o país pior do que pegou” foram ditas por Campos, entre as respostas a William Bonner e Patrícia Poeta, com bastate tranquilidade.

Na promessa de abordar temas polêmicos, Bonner atalhou uma resposta de Campos sobre sua plataforma econômica – “com um crescimento fiscal que vai abrir espaço para um Banco Central independente e a formação de um comitê de responsabilidade fiscal”:

– Vamos a uma questão ética. O sr. considera que foi ético seu apoio a Ana Arraes, sua mãe, para um cargo vitalício no Tribunal de Contas?

Campos não se abalou. Explicou, com clareza, que sua mãe era funcionária concursada da Justiça, portanto em condições de pleitear cargos eletivos na carreira jurídica. Como deputada federal eleita duas vezes por Pernambuco, “com votações crescentes”, como frisou o presidenciável em sua resposta, Campos confirmou que, sim, “torci por ela”, mas que não tinha poderes sobre os deputados federais para comandar-lhes do voto.

– O sr. acha então que não fez nada de errado nesse caso, insitiu Bonner.

– Não, resumiu Campos, levando a entrevista para outro assunto.

Foi a vez, então, de Patrícia Poeta questionar o ex-governador sobre “a nomeação de dois primos para fiscalizar suas próprias contas, no Tribunal de Contas do Estado (de Pernambuco)”.

Para responder, em nítido sinal de ironia, Campos abriu um sorriso e posicionou que os indicados eram sim seus primos, mas um não fora indicado por ele, mas sim eleito para o cargo pela Assembleia Legislativa. E admitiu que nomeou o segundo, mas ressalvou que o currículo dele era adequado para o cargo.

– Eu baixei um decreto anti-nepotismo no meu Estado, registrou Campos, que não foi mais questionado.

Um dos grandes momentos de Campos aconteceu quando ele conseguiu, em meio a uma resposta econômica, encaixar um disparo na política econômica da presidente Dilma Rousseff:

– Assim como o Brasil perdeu de 7 a 1 na Copa, estamos perdendo de 7 a 1 entre a inflação e o crescimento.

A pergunta que prometia ser a mais difícil de responder foi feita por Bonner, na parte final da entrevista de 15 minutos:

– O sr. e a candidata a vice Marina Silva tem posições antagônicas sobre muitos assuntos.

– Por isso é que firmamos uma aliança em torno de um programa de governo, que será lançado na próxima semana. O que pretendemos fazer, estará lá.

– Mas, num caso concreto, do Código Florestal, o PSB e o partido de Marina tiveram posições completamente antagônicas, espetou Bonner.

– Sim, a nossa banca rachou. Marina foi contra a aprovação do Código Florestal. Foi um longo debate.

– Nesse caso, os dois cederam?

– Não. Eu fiquei com a posição de Marina, votei, como deputado, contra a aprovação do Código.

– Foram dois votos contrários no PSB, completou Bonner.

– Exatamente, o meu entre eles, retomou Campos.

Com calma e concentração, a olho nu, do ângulo da poltrona do sofá da sala de estar, a avaliação geral pode muito bem ser a de que Campos, pouco apertado pelos entrevistadores, se saiu bem na sabatina do JN, da Rede Globo.

Nesta quarta-feira 13, com os mesmos 15 minutos de tempo, será a vez da presidente Dilma Rousseff responder às questões levantadas pelos apresentadores do Jornal Nacional. Segundo o manchetômetro da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), que apurou o volume e a orientação do noticiário do JN sobre o governo desde o dia 1º de janeiro, o placar era de 83 minutos de notícias consideradas negativas à presidente Dilma Rousseff e 3 minutos de espaço classificado como positivo ao governo, até o dia 9 de agosto.

Elielson Lima 13 ago 2014 - 0:27m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog