Copergás
Gov – Plano de retomada
Novo Jaboatão
Pcr – novo modelo
Eleições 2014

Programas eleitorais iniciam com homenagem a Eduardo Campos

Publicado em: 20/08/2014 - 20:19m

A propaganda eleitoral de televisão para o Governo do Estado, estreou esta tarde com os dois principais candidatos –  Armando Monteiro Neto (PTB) e Paulo Câmara (PSB) – dedicando totalmente o programa à memória do ex-governador Eduardo Campos (PSB), morto em um acidente de avião há uma semana.

O programa do candidato da Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), fez uma série de referências à trajetória de Eduardo, começando com um clipe em que foi utilizado imagens e o jingle que embalou as campanhas do ex-governador.

Em seguida, começou a fazer a transição para a atual campanha. Lembrou a trajetória da Frente Popular, desde Pelópidas Silveira, em 1955, até a atual candidatura de Câmara, passando pelas vitórias de Miguel Arraes, Jarbas Vasconcelos, o próprio Eduardo Campos e Geraldo Julio.

Utilizando cenas das cinco vindas de Eduardo ao Estado, foi feita a ligação entre Eduardo e o seu candidato no Estado. Foi a deixa para que Paulo Câmara se apresentasse. “Ele será a maior fonte de inspiração para todos nós. Eduardo se tornou imortal, como Pernambuco. Sou Paulo Câmara  e estou disposto a honrar o legado de alguém que dedicou a vida ao País. Vou estar todos dias a postos, continuando o trabalho iniciado por ele”, afirmou Câmara, acrescentando: “O sonho está mais vivo do que nunca”.

O guia foi encerrado com mais um clipe. Dessa vez a música utilizada foi Madeira que cupim não rói, uma espécie de hino nas vitórias de Eduardo e foram usadas cenas do velório e sepultamento do ex-governador e uma homenagem aos assessores mortos no acidente de avião – Alexandre Severo, Carlos Percol, Marcelo Lyra e Pedro Valadares.

O candidato a governador pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, senador Armando Monteiro Neto (PTB), utilizou todo o seu tempo do primeiro programa eleitoral gratuito na televisão em homenagem ao ex-governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB), a quem fazia oposição no Estado e nacionalmente.

Ao contrário do desejo da família Campos, o petebista fez uso da imagem do ex-governador em rápidas inserções, relembrando as ações empreendidas pelo socialista no Estado. Também falou da trajetória política do ex-gestor como deputado estadual, deputado federal e ministro do Governo Lula, antes de Eduardo Campos assumir o Palácio do Campo das Princesas. “Eu sempre tive a compreensão dos seus atributos como homem público”, disse Armando Monteiro.

Segundo Armando, Eduardo Campos fez Pernambuco protagonista na questão do desenvolvimento e que se o Estado teve o crescimento que teve, isso se deve à visão moderna do socialista. No final do programa, Armando citou que não faz parte do mesmo projeto de Eduardo na campanha deste ano.

Assim como os candidatos ao Governo do Estado, os postulantes ao Senado também utilizaram todo o tempo de seu programa para homenagear o ex-governador, vítima de trágico acidente aéreo na última quarta-feira (13), em Santos (SP).

Elielson Lima 20 ago 2014 - 20:19m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog