Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Sem categoria

Armando aposta no voto casado com Dilma


LULA E DILMA COM ARMANDOA pouco menos de uma semana das eleições, o candidato ao governo Armando Monteiro Neto (PTB) apostará todas as suas cartadas para atrair o eleitor para o voto casado com a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT). A estratégia para conquistar esses votos, além dos indecisos e reverter às últimas pesquisas na sucessão estadual, nos bastidores do PT e do PTB segue um raciocínio simples. Como a petista vem apresentando uma crescente nas últimas pesquisas de intenção de voto, podendo ganhar já no primeiro turno, a ideia é levar o eleitor a entender que, considerando a vitória de Dilma, Armando Neto, aliado dela, seria a melhor opção para que os investimentos ocorridos nos últimos anos no Estado continuem a chegar.

“Eu acho que há um espaço que Dilma tem aí que, evidentemente, vamos procurar casar esses votos com ela. Acho também que os pernambucanos, gostando ou não dela (Dilma), vão verificar o seguinte: Tudo está o indicando a possibilidade da reeleição de Dilma, todos reconhecem que Dilma e Lula foram importantes para Pernambuco e agora tem que olhar para o futuro”, avaliou o candidato neste domingo (28).

A aposta do petebista é que os eleitores, preocupados com o futuro do Estado e as pesquisas apontando um favoritismo de Dilma, reflitam qual será o melhor arranjo político. “Como é que fica esse alinhamento numa hipótese de eleição de um ou de outro? As pessoas também têm essa compreensão. Qual será o melhor arranjo para Pernambuco”, considerou.

O candidato ao governo também aproveitou a ocasião para voltar a alfinetar o seu adversário Paulo Câmara (PSB) que “esconde certas fragilidades, que são evidentes, na figura e sombra do ex-governador Eduardo Campos”. “Ele precisa se apresentar, mostrar suas próprias credenciais, porque Eduardo não está mais aqui para resolver os problemas amanhã”. Armando Neto também condenou a suposta tutela da família de Campos ao socialista. Para ele não pode ficar para a população que Câmara, “ao perder a tutela de Eduardo, vai ter a tutela da família”. “Porque, a rigor, o governante não pode ser tutelado. O governante tem que ter autonomia. Não pode ficar submetido a uma família, a um grupo”, disparou.

Questionado sobre a utilização da imagem de Campos no último guia eleitoral como direito de resposta, Armando negou que tivesse como interesse comover o eleitorado. Segundo ele, a inserção foi apenas para mostrar que a opinião que os adversários nutrem dele não era a mesma que o ex-governador tinha. Armando Neto que ainda ontem intensificou a sua campanha por municípios da Mata Sul e Agreste do Estado. No sábado, ele focou a agenda somente no Agreste, onde visitou cinco cidades e na oportunidade defendeu não só a manutenção do programa Chapéu de Palha como a revisão do valor repassado pelo governo do Estado

Elielson Lima 29 set 2014 - 13:32m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog