Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Sem categoria

Dilma diz que criminalizar a homofobia não tem a ver com religião


dilma e lula

A presidente Dilma Rousseff (PT) defendeu a criminalização da homofobia e declarou que está preocupada com as propostas de sua principal concorrente, Marina Silva (PSB), que, nas suas palavras, podem “reduzir a pó” a política industrial. Candidata à reeleição, Dilma participou nesta terça-feira de uma caminhada com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e integrantes do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo.

Aproveitando o recuo de Marina Silva (PSB) nas questões de defesa do direito LGBT em seu programa de governo, Dilma disse que o combate à homofobia não tem a ver com preferências religiosas.

 

Não tem nada a ver com questão religiosa, com o Estado brasileiro estar interferindo onde não pode. É reprimir, criminalizar qualquer ato que signifique ferir uma pessoa baseado em critérios não civilizados – disse Dilma.

 

Questionada sobre a demora para votar o PL 122, que criminaliza a homofobia, a presidente disse que o trâmite do projeto segue o ritmo normal, negou que o Executivo tenha pedido adiamento da votação e disse que seu governo está “comprometido com o combate desse tipo de violência”.

 

Ao falar da economia e discursando para uma plateia formada por metalúrgicos, que trabalham, sobretudo na produção de carros, Dilma disse que as propostas de Marina afetarão as indústrias automobilística e naval.

 

Elielson Lima 02 set 2014 - 18:27m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog