Governo – Pandemia não acabou
Sem categoria

Guia eleitoral do PSB não mostra Marina


A presidente Dilma Rousseff e sua principal adversária no momento, a ex-senadora Marina Silva, voltaram a trocar farpas no horário eleitoral da manhã desta terça-feira. Sem citar o nome da adversária, Dilma afirmou que ela é “uma aventura” e que “cada dia tem mais cara de retrocesso”. O programa do PSB não teve a participação de sua candidata, mas atacou Dilma e “o Brasil que só existe na propaganda do PT”, além de contar um pouco da história de vida de Marina, mostrada como “forte”. O programa de Aécio Neves pediu votos e disse que o tucano mostrou no debate da Record, ser o mais preparado.

Antes de chamar Marina de “aventura”, “salto no escuro” e dizer que o “outro lado” “tem cada dia mais cara de retrocesso”, a coligação Com a Força do Povo usou seu maior tempo para exaltar as melhorias sociais promovidas pelos governos do PT. “Acabou o tempo em que as pessoas iam ao açougue comprar pé de frango. Agora compram coxa”, disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dilma falou sobre o combate à corrupção, que chamou de “praga” e onde admitiu que é preciso avançar. Ela voltou a prometer medidas para acabar com a impunidade, como transformar em crime o enriquecimento sem justificativa de agentes públicos e a lei que transforme caixa 2 em crime.

No programa do PSB, a candidata não falou. Em compensação, foi exaltada pelo locutor que contou sua história de vida, lembrou que ela enfrentou poderosos, viu companheiros morrerem e não desistiu de sua luta. O parto no SUS foi citado como prova de que Marina conhece os problemas da saúde pública no Brasil. Marina foi exaltada como mulher “forte”, que o mundo respeita e admira.

Houve também críticas ao atual governo com a repetição da peça que diz que “o Brasil de Dilma só existe na propaganda do PT”. Um jingle com a letra dizendo que o povo “não aguenta mais o bate boca o lero-lero também foi apresentado”.

O programa do tucano Aécio começou exaltando a participação do candidato no debate do último domingo, na TV Record. Um trecho de uma coluna do jornal O Globo, dizendo que Aécio “deu um banho” em Dilma foi apresentado como prova de que o senador se mostrou o mais preparado no embate ao vivo.

Com Aécio precisando conquistar votos para ultrapassar Marina Silva nas pesquisas e chegar ao segundo turno, o programa conclamou os eleitores a conseguirem mais apoio para o mineiro. “Arrume mais um voto, é fácil. É só contar quem é o Aécio”.

O candidato do PSDB pediu uma chance para “botar ordem na casa” e disse que reuniu os melhores economistas para enfrentar as dificuldades que o Brasil terá no próximo ano. Depois de dizer que promoveria melhorias na economia, na saúde e na educação, o tucano disse que não estava prometendo nada que já não tivesse feito. “Acredito, e acredito muito na nossa vitória. Acredite também”, completou Aécio.

(Fonte: Estadão Conteudo)

Elielson Lima 30 set 2014 - 13:15m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog