Governo – Pandemia não acabou
Sem categoria

TRE suspende inserções da Frente Popular que atacam à honra e à reputação de Armando


paulo rubem

A coligação Pernambuco Vai Mais Longe impôs mais uma derrota à coligação Frente Popular no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta quarta-feira (17). Decisão do desembargador Agenor Ferreira Lima determinou a suspensão imediata de inserções da chapa adversária do candidato Armando Monteiro (PTB), em que promove ataques caluniosos e difamatórios à honra e à reputação do postulante petebista.

A decisão foi expedida em caráter liminar e ordena que as inserções sejam suspensas imediatamente, sendo passíveis de pagamento de multa de R$ 5 mil por cada veiculação desautorizada pela Justiça Eleitoral. O mérito da matéria será apreciado pela Corte do TRE. Os desembargadores vão avaliar se a coligação Pernambuco Vai Mais Longe terá direito de resposta, tendo em vista o prejuízo causado pelos filmetes da Frente Popular.

Na avaliação do candidato a vice, Paulo Rubem Santiago (PDT), a decisão do TRE é extremamente importante porque demonstra que a campanha tem que caminhar pelo leito da legalidade, do respeito e da apresentação das propostas.

“A suspensão é a confirmação de que a campanha da Frente Popular está desorientada, sai do campo das propostas para os ataques pessoais sem nenhum fundamento, o que demonstra o desespero dos nossos adversários”, enfatizou Paulo Rubem. O candidato a vice destacou ainda que, a esse fato, se somam os atos de violência praticados contra os comitês da coligação Pernambuco Vai Mais Longe nas cidades de Olinda, Abreu e Lima, Recife, Surubim e Araçoiaba.

Elielson Lima 18 set 2014 - 1:04m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog