Campanha – Governo de PE – 130 mil empregos novo
Prefeitura de Jaboatão
Eleições 2014

Presidenciáveis: Dilma, Aécio e Marina votaram durante a manhã

Publicado em: 05/10/2014 - 17:42m

aecioO candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, chegou às 10h20 para votar na Escola Estadual Governador Milton Campos, no Bairro de Lourdes, em Belo Horizonte. Ele chegou em uma van, acompanhado dos candidatos do PSDB ao governo do estado, Pimenta da Veiga, e ao Senado, Antonio Anastasia. Aécio chegou fazendo o “V” de vitória e teve dificuldades de entrar na escola, com o grande número de jornalistas e apoiadores que aguardavam a sua chegada.

Aécio ficou cerca de 15 minutos dentro da Escola Estadual Governador Milton Campos. Muitas pessoas tentaram tirar fotos do candidato. Antes de votar, Aécio Neves acompanhou o candidato Antonio Anastasia, que votou no Colégio Arnaldo, no Bairro Anchieta, e Pimenta da Veiga, que votou na Escola Estadual Caetano Azeredo, no Bairro Barro Preto.

Aécio acompanhará a apuração dos votos em Belo Horizonte. Nos últimos dois dias, o candidato se dedicou a fazer campanha em seu estado, onde Pimenta da Veiga corre o risco, de acordo com as pesquisas de intenção de voto, de perder ainda no primeiro turno para o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel.

Marina vota em Rio Branco e acompanha apuração em São Paulo

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, acaba de votar em uma seção eleitoral de Rio Branco, no Acre. Marina chegou à seção por volta de 8h30 (horário local) e foi recebida por familiares. Antes de votar, a candidata cumprimentou os mesários. Ela demorou pouco mais de um minuto e 30 segundos na cabine de votação.

Depois de votar, Marina concedeu entrevista coletiva à imprensa e em seguida foi para o hotel onde está hospedada. Ainda pela manhã, vai para o Aeroporto Internacional de Rio Branco, acompanhada de sua equipe de campanha e embarca para São Paulo, de onde vai acompanhar a apuração, após o fechamento das urnas. “Estou confiante de que estaremos no segundo turno, se Deus quiser. Fizemos uma campanha bonita, com a participação de toda a sociedade brasileira, apresentamos um programa de governo que foi feito com a parceria de milhares de pessoas no país”, disse a candidata aos jornalistas.

Durante a entrevista, a candidata evitou falar em alianças em um eventual segundo turno. Marina também evitou comentar as pesquisas que apontam um empate técnico entre ela e o candidato do PSDB, Aécio Neves. Segundo a candidata a “pesquisa de hoje nas urnas será a pesquisa verdadeira”.

“Vamos para o segundo turno e, desde o início, nós sempre dissemos que qualquer decisão nossa [a respeito de alianças] é sempre orientada pelo nosso programa, pelas nossas propostas. Nosso diálogo jamais será pragmático, sempre será programático”, disse.

Dilma vota em Porto Alegre e diz que não espera vencer no primeiro turno

Dilma vota em Porto Alegre acompanhada de governadorPORTO ALEGRE (RS) – Candidata do PT à reeleição, a presidente Dilma Rousseff chegou às 8h43 deste domingo à Escola Estadual Santos Dumont, na Vila Assunção, Zona Sul de Porto Alegre, acompanhada do governador Tarso Genro, também candidato à reeleição. Dilma levou sete minutos na sessão eleitoral – entre o registro do voto e a saída. Ao chegar para votar, a presidente foi recebida por eleitores e aplaudida. Posou para fotos e recebeu abraços.

Dilma afirmou que não trabalha com a hipótese de vencer a eleição já nesse primeiro turno, apesar de as pesquisas de intenção de voto apontarem que isso é possível. A presidente também não quis falar sobre eventuais adversários no segundo turno:

“Não trabalho com a hipótese de vencer no primeiro turno. Isso (se referindo a projeções sobre adversários no segundo turno) seria desrespeitoso com os demais candidatos” disse Dilma.

A presidente ainda pediu que os eleitores votem com “consciência” e lutem para manter as “conquistas” dos últimos 12 anos do Brasil:

“É importante que todo brasileiro vote com consciência e paz no coração. Que tenha clareza de que quem conquistou alguma coisa tem que defender essas conquistas. É importante também que cidadão ou cidadã tenha consciência e se dê conta que o seu voto é uma arma para garantir essas conquistas. Todos são iguais perante às urnas, e o resultado da eleição é sagrado”.

Elielson Lima 05 out 2014 - 17:42m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog