Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Sem categoria

Humberto Costa cobra de Aécio posição contra golpismo


humberto-costa2-650x270O líder do PT no Senado, senador Humberto Costa (PE), considerou “um assombro” os pedidos de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, e de intervenção militar no país, feitos por um grupo de manifestantes que ele classificou de fascistas.

Inclusive, em uma das manifestações, ocorrida em São Paulo, disse o senador, um deputado portava uma arma de fogo.

O senador lamentou também que o PSDB tenha pedido ao Tribunal Superior Eleitoral uma auditagem das urnas eletrônicas, colocando em xeque a lisura do processo de votação no país.

Humberto Costa acredita que tais movimentos, especialmente as manifestações de rua, contam com apoio, mesmo que implícito, de partidos políticos de oposição, o que pode ampliar os sentimentos anti-democrático e ditatorial de tais protestos.

O senador reconheceu que muitos integrantes do PSDB condenaram os pedidos de impeachment e de auditagem das urnas eletrônicas, dentre os quais o ex-deputado federal Chico Graziano e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Mas Humberto Costa espera que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) também se manifeste sobre esses atos.

– Não condenar esse tipo de golpismo é, evidentemente, ser conivente com ele. Não há o lado do silêncio em um momento que a democracia está sob ataque. Ou se está do lado dela ou se está contra ela. É imprescindível que lideranças da oposição cumpram o dever cívico de defender o regime democrático e de reprovar, de maneira contundente, qualquer flerte de seus seguidores com atitudes golpistas e atentatórias às regras constitucionais – afirmou o senador.

Humberto Costa informou ainda que a Polícia Federal já trabalha na identificação dos responsáveis por ofensas racistas contra os nordestinos após a divulgação do resultado das eleições no segundo turno.

Ele também lamentou as declarações do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, que acabou se juntando aos manifestantes que atacaram as instituições democráticas, ao afirmar que o STF se encaminha para ser um tribunal bolivariano.

Com essa afirmação, disse Humberto Costa, Gilmar Mendes ofende os integrantes do STF; o Senado, por ser a casa responsável pela aprovação dos indicados para comporem a Suprema Corte; e, também, a sociedade brasileira.

Elielson Lima 04 nov 2014 - 23:56m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog