Governo de Pernambuco – Use máscara 1
PCR – COVID
Sem categoria

Lessa bota fim na presidência de Uchoa e insinua nome do PSB


lessa-aluisioUm dos nomes cotados para presidir a Assembleia Legislativa a partir de fevereiro, o deputado estadual reeleito Aluísio Lessa (PSB) deixou claro que os dias de Guilherme Uchoa (PMDB) no comando da Casa de Joaquim Nabuco estão chegando ao fim. O socialista jura que o partido do governador eleito, Paulo Câmara, ainda não discutiu nomes, mas que há uma certeza: o PSB não aceita outra tese que não a do respeito à proporcionalidade das bancadas.

“A gente advoga que é preciso oxigenar, renovar o comando da Casa. Temos um novo Governo. E na Assembleia, a gente pensa que ela tem que falar para fora, para a sociedade, e não apenas para dentro. A única convergência que existe é o princípio da proporcionalidade”, disparou Lessa, durante entrevista à Rádio Folha 96,7 mhz, nesta terça-feira.

O deputado acrescentou que começa a ser formado, na Assembleia, um pacto para que, “desta vez”, seja respeitado esse princípio da proporcionalidade, segundo os que seriam as maiores bancadas ocupariam os principais cargos da Mesa Diretora, das comissões permanentes e das lideranças da Casa.

“A regra que há muito tempo não acontece. É a mais clara, que é respeitada no Congresso Nacional tanto na Câmara como no Senado. Por isso, a Assembleia Legislativa precisa fazer desta vez conforme mandava o figurino. E a gente espera que o figurino desta vez volte a mandar, né?”

Indagado sobre a disposição de Uchoa de bater chapa com o candidato do PSB, o socialista diz acreditar que “não há clima” para a disputa. “Não existe clima de disputa. Não existe clima de rivalidade. Não existe clima de que é candidato de todo o jeito. Não vejo desta forma.”

Lessa ainda acrescentou que o governador eleito Paulo câmara não deverá interferir na eleição. “Não é justo que alguém imagine que Paulo Câmara vai se envolver de corpo e alma. Ele tem um horizonte grande. Não adiante você queimar as caravelas antes de elas irem ao mar. Por isso, não quero, nem pretendo, jogar uma situação que é interna para o governador”, concluiu o deputado.

Elielson Lima 04 nov 2014 - 21:55m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog