Governo – Pandemia não acabou
Sem categoria

Centro de Distribuição da Toyota começa a operar em 2016


paulo-toyotaO Centro de Distribuição de veículos da Toyota em Pernambuco começará a operar já no primeiro trimestre de 2016, nas proximidades do Complexo Industrial Portuário de Suape. O governador Paulo Câmara e o presidente da montadora no Brasil, Koji Kondo, assinaram, nesta quarta-feira (11), no Palácio do Campo das Princesas, um protocolo de intenções para a realização do empreendimento, que incrementará a economia do Estado em R$ 2 bilhões ao ano.

Serão distribuídos os veículos produzidos no Brasil (Corolla e Etios) e também na Argentina (Hilux e SW4), que têm como destino os concessionários da Toyota em toda a região Nordeste. A vinda da fabricante japonesa reforça a consolidação de polo automotivo de Pernambuco, que já conta com outros centros de distribuição da GM e da Volkswagem, ambos em Suape, além de uma fábrica da Jeep, em Goiana, cuja construção já está sendo finalizada.

Paulo Câmara destacou que Pernambuco, além de uma política econômica estável e um ambiente fiscal atrativo, dispõe de uma geografia privilegiada e da infraestrutura necessária para um empreendimento desse porte. “Essa parceria nos renderá muitos frutos e vai mostra ao País que investir em Pernambuco é um grande negócio. Nosso Estado começou a se diferenciar do Nordeste e do Brasil pela sua capacidade de atrair bons empreendimentos. Apostamos muito nessa fórmula e vamos aperfeiçoá-la para manter nosso ritmo de crescimento”, argumentou.

 A negociação com a Toyota, concluída em um prazo recorde de dez meses, começou ainda no Governo Eduardo Campos, quando Paulo Câmara era secretário da Fazenda. “O rápido desfecho mostra o nosso quadro responsável e cada vez mais profissional na atração de investimentos. Pernambuco tem, hoje, em seu quadro de servidores, pessoas que sabem conduzir esse tipo de negociação com competência e profissionalismo”, lembrou o governador.

O presidente da Toyota no Brasil, Koji kondo, adiantou que a montadora decidiu investir no Nordeste devido à economia crescente da região. “Nossas operações no Nordeste cresceram 15% em 2014”, revelou Kondo, enfatizando que o Centro de Distribuição reduzirá em 13% as emissões de CO2, já que os veículos serão transportados de navio.

 O empreendimento será a oitava unidade da Toyota no Brasil; somando-se às fábricas de São Bernardo do Campo (SP), Indaiatuba (SP), Sorocaba (SP) e Porto Feliz (SP), aos centros de distribuição de veículos de Guaíba (RS) e Vitória (ES) e ao centro de distribuição de peças de Votorantim (SP).

 Secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões ressaltou que o investimento inicial da fabricante japonesa será de R$ 15 milhões e que a sua chegada é muito importante do ponto de vista estratégico. “A Toyota tem um compromisso com o seu público e uma obsessão pela inovação. Esses são valores que nós queremos incorporar”, pontuou Norões.

O titular da pasta informou que a implantação do centro – com área de 50 mil metros quadrados – vai atrair outras empresas para a região. “A montadora é uma referência na indústria mundial e líder de mercado. A chegada da Toyota consolida o Estado como um polo concentrador de cargas”, completou Norões.

Para o secretário estadual da Fazenda, Márcio Stefanni, a presença da multinacional em solo pernambucano é bastante significativa. “Hoje, nós estamos plantando uma semente para que venham outros investimentos no futuro”, afirmou Stefanni, dizendo ainda que Pernambuco alcançou uma maturidade na construção de novas parcerias e na condução da economia.

Elielson Lima 11 fev 2015 - 18:53m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog