Governo – Pandemia não acabou
Sem categoria

Governador anuncia concurso público para Polícia Militar e Civil ainda este ano


paulo-camara-policia-580x387O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou nesta quinta-feira (07), no Palácio do Campo das Princesas, a abertura de concurso público com 1.500 vagas para Policiais Militares (PMs) e 500 para policiais civis. A previsão é que o edital seja publicado ainda em 2015.

O novo concurso deve abrir 316 vagas para a polícia científica, 50 cargos de escrivão, 1.500 vagas para soldado da Polícia Militar e 500 vagas para agentes da Polícia Civil.

Com essa medida, o governador tenta reagir ao aumento nos números de homicídios no Estado este ano. Atualmente, Pernambuco está com uma média de mais de dez homicídios por dia.

Sobre as ações tomadas para mudar este cenário Paulo Câmara destacou que o governo já traçou um plano determinado para as áreas onde houve aumento da violência. A medida deve ser colocada em prática ainda este mês.

O governador também demonstrou insatisfação ao falar dos números negativos do programa de combate à violência.

“Não estamos satisfeitos com esses números. Pernambuco aumentou a violência em 2014 e não conseguimos ainda diminuir em 2015. Mas esse trabalho é incansável, é um trabalho que vai seguir as orientações do Pacto Pela Vida, uma política que foi feita buscando reduzir e obteve êxito, foram mais de 9 mil vidas salvas nos últimos oito anos, diminuiu mais de 30% a violência, mas precisa ser trabalhado e aprimorado todo dia”, afirmou o governador.

Paulo também assinou um documento para criação do Selo de Comprometimento Social do Pacto pela Vida. A ação visa dar foco na prevenção junto aos jovens, ampliando o Programa Jovem Aprendiz, que receberá 400 vagas para egressos do sistema socioeducativo da Funase.

A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude anunciou também a ampliação de 2% para para 5% no número de vagas destinadas a jovens que cumpriram medida socioeducativa em órgãos do governo.

CÂMERAS – Outra ação para reduzir a violência  é a ampliação do sistema de monitoramento com uso de câmeras de segurança. Cem câmeras das atuais existentes serão deslocadas para pontos mais altos do Recife. Com isso, o alcance da imagem, que hoje é de 400 metros, poderá passar a até 3 quilômetros.

Elielson Lima 08 maio 2015 - 12:48m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog