Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Opinião

"Não importa qual seja o problema que assola a sociedade, a resposta sempre será a educação!", por Gabriela Rêgo


12122687_760483044056416_3693090106435144421_nDesde o início da Operação lava jato o governo começou a tomar foco. Ao longo de 2015 ficou bem claro que o ano de 2016 seria de grande impacto para a história do Brasi. A economia entrava em uma de suas maiores crises e a corrupção antes parcialmente escondida, mostrou a sua cara. No ano de 2014 quando houve as eleições para a presidência, já se sabia que não dava para ignorar o fato de que quem estivesse à frente do país estaria com uma grande responsabilidade, não só pelo nosso país ser de grande extensão territorial e populacional mas também com relação as escândalos que começaram a vir à tona.Estava claro que tudo seria afetado e é o que nós estamos vivenciando neste momento de grande pesar para a população brasileira.

Em meio a delações premiadas, nomes de diferentes partidos surgindo para investigação e cada vez mais o povo é instigado a tomar decisões e correr atrás dos seus direitos, como vimos por exemplo nos últimos dias, grandes grupos em várias capitais indo as ruas em prol dos seus ideais. Começamos a indagar daí então, o país está dividido ?

Nos protestos espalhados por todo o Brasil,encontrava-se uma parte da população que está insatisfeita com o governo atual e não só isso, mas também há as insatisfaçõescontra a corrupção. Em contrapartida, a outra parcela que não saiu às ruas, por não concordar ideologicamente, mostrou sua indignação de várias formas, sendo a mais disseminada delas a utilização das redes sociais para críticas de forma geral. Observando os dois lados da moeda, é necessário fazer indagações de ambas as partes, porém, é isso que tem acontecido ?

Vemos uma grande porcentagem da população tentando acompanhar pelas mídias, o que está havendo, mas, apesar disso, não há a compreensão do tota. Tendo em vista a situação precária da educação no Brasil, vemos dois lados de uma briga, o dois lados da moeda. São dois lados de uma moeda em um país que procura ascensão, um país em desenvolvimento, onde não há uma educação de qualidade nas escolas públicas, sejam elas estaduais ou municipais. Está aí então o ponto chave.

Como poderá haver de ter diminuição da corrupção, tendo em vista que esta nunca poderá ser erradicada, já que é intrínseco ao homem, assim como o mal, ou dos males da sociedade como assaltos, evasão escolar dentre outros fatores negativos se não se tem acesso a uma educação de qualidade. A escola não tem direito nem dever de educar os alunos, contudo, é lá, em sua primeira vivência fora do ciclo familiar, onde aprende a viver em sociedade, criando e formando opinião, adquirindo através do convívio moral, ideais, costumes e crenças. Partindo-se do pressuposto de que o país se encontra dividido, não seria mais vantajoso para todos, para o futuro que está nas mãos dos nossos jovens, que toda essa força de vontade mostrada de ambos os lados fosse investida em cobrança na mesma intensidade para a melhoria da educação? Lembrando que por consequência há a formação de uma moral e ética que também formaria os futuros políticos. Não importa qual seja o problema que assola a sociedade, a melhor resposta sempre será a educação!


Gabriela Rêgo, estudante de Ciências Sociais da UFRPE

Elielson Lima 18 mar 2016 - 6:57m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog