PCR – COVID
Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Alepe

Bancada de oposição da Alepe se solidariza com direção do Sinpol


A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) se solidariza com a direção do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) na defesa da democracia e do direito de representação sindical. O presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros, o vice-presidente, Rafael Cavalcanti, o secretário-geral, Douglas Lemos, o diretor financeiro, Tiago Batista, e os diretores Benoni Ozório, Manuel Umbelino e Roseno Pereira estão processados e alguns até já foram punidos, por defenderem melhore condições de trabalho para a categoria.

“Na democracia, o debate do contraditório é essencial para se coibir abusos e para fiscalizar as medidas do Governo. Além da Oposição, no Poder Legislativo, os sindicatos exercem papel essencial nessa tarefa”, destacou o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da bancada oposicionista.

De acordo com Silvio, as acusações contra os sindicalistas são, entre outras, por orientar a categoria a não participar de operações com coletes à prova de balas vencidos; por criticar o programa Pacto pela Vida, e por denunciar as péssimas condições de trabalho no Instituto de Medicina Legal (IML).

“No lugar de convocar toda a sociedade para discutir a saída para o colapso da segurança pública no Estado, o Governo Paulo Câmara prefere perseguir quem denuncia os erros da gestão”, criticou, lembrando que em 2015 o Estado fechou o ano com crescimento de quase 15% no número de homicídio e que, até o último dia 12 já foram registradas mais de 1.200 assassinatos em Pernambuco. Silvio destaca que a Oposição continua aberta ao diálogo, mas cobra que o governador promova a reformulação do Pacto pela Vida, questão emergencial para a sociedade.

NOTA DE APOIO
A Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco – ADEPPE – vem a público manifestar apoio ao Sindicato dos Policiais Civis – SINPOL, em especial a seu Presidente, Áureo Cysneiros e demais Diretores, que nos últimos meses vêm sendo vítimas de inadmissíveis ações que mais se assemelham a fortes atos de perseguição política, por parte da Secretaria de Defesa Social, materializada através de sua entidade dita correcional, com a reiterada instauração de processos administrativos, tendo por objeto os mais variados temas, num claro propósito de silenciar o grito de alerta acerca das más condições de trabalho, da falta de investimentos necessários, do escasso quadro de servidores e de outros tantos problemas que estão levando a segurança pública de Pernambuco ao fundo do poço. Vale ressaltar que essa é a finalidade precípua da atividade sindical, cuja manifestação pública nada mais é do que o pleno exercício de seu múnus. É notório que o Sinpol, com sua nova e dinâmica diretoria, vem exercendo suas atividades com imparcialidade e precisão, buscando sempre a otimização da atividade de polícia judiciária, com a finalidade única de restituir à população a tão almejada tranquilidade, subtraída pela crescente onda de violência que voltou a afligir o Estado.
Francisco Rodrigues – Presidente

Elielson Lima 19 abr 2016 - 1:16m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog