Governo – Pandemia não acabou
Opinião

Desbloqueio do Whatsapp, e de volta a democracia, por Charles Meira


Logo que foi anunciado o bloqueio do whatsapp, pensei logo que era brincadeira, depois verifiquei que era verídico, que exagero!
As decisões tomadas nesse sentido me trouxe a lembrança da Ditadura militar, quando a imprensa foi alvo da censura durante a ditadura instaurada pelo golpe militar de 1964, que assumiu múltiplas formas: a lei da imprensa de 1967, a censura prévia, em 1970, a autocensura.
Sabendo que, essa ferramenta que é o whatsapp, não se trata de imprensa mais de um meio de comunicação usado em todo mundo para inúmeros motivos, desde um namorico, uma piada, um negócio para importante, até uma comunicação entre mãe e filho onde o filho se encontra no exterior e necessita do apoio da família. Mais nada disso foi posto na balança, mais sim a intransigência, a prepotência e a arrogância daquele que pode tudo, ( que acha que pode tudo ).
Nos dias de hoje não se imagina que atitudes dessa natureza venham a acontecer  numa ” democracia” ( do  grego demo= povo e cracia=governo ), a atitude do juiz da comarca de Lagarto em Sergipe, foi equivocada, e tanto foi que após 25 horas de bloqueio a instância superior ordenou suspender o bloqueio.
Agora o juiz terá que se explicar, pois  a corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), intimou o juiz Marcel Maia Montalvão, de Lagarto (SE), que bloqueou o whatsapp em todo o país, a prestar informações sobre sua decisão no prazo de 15 dias. Segundo a assessoria do órgão, Andrighi determinou nesta terça-feira (3) a abertura de uma reclamação disciplinar contra o juiz. O objetivo é analisar se houve falta funcional, como abuso de poder, pela prática de “ato exacerbado que tenha ultrapassado o limite da razoabilidade”.

Ufa, após 25 horas  voltamos a respirar democracia!

Elielson Lima 05 maio 2016 - 12:08m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog