Governo – Pandemia não acabou
Coluna Coluna desta quinta-feira

Coluna desta quinta-feira


 

Tenho certeza se Eduardo Campos estivesse vivo seria diferente…

Noventa e nove porcento dos políticos que conviveram e foram aliados do saudoso Eduardo Campos sempre se pegam dizendo essa frase acima. Gostem ou não gostem, Campos conseguia imprimir sua liderança e suas ideias eram lei a ser seguida pelo seu grupo.

Estamos a um pouco mais de dois meses do pleito municipal e muitas das articulações e rompimentos que aconteceram visando a corrida eleitoral seria bem diferentes se o líder socialista estivesse vivo. Até sua citação na Operação Lava Jato teria outra dimensão, maior ou menor? Não saberemos nunca essa resposta!

Voltando para a política partidária, o prefeito do Recife Geraldo Júlio e o governador Paulo, hoje são os que mais sentem a ausência de Campos. Geraldo de olho na sua reeleição sem o padrinho político, Paulo sem habilidade política para suprir a capacidade de agregação do ex-governador. Não queremos endeusa-los, mas é fato que Eduardo Campos e Sérgio Guerra farão muita falta nas eleições deste ano, principalmente para os políticos que disputarão os mandatos.

Conhecidos – Uma notícia que bombou nas redes, foi o acesso do Blog de Jamildo ao depoimento do empresário e proprietário da Camboa Cerâmica, Eduardo Ventola ou como é conhecido popularmente, Eduardo da Camboa, envolvido na Operação Turbulência da Polícia Federal. Na sua fala ele disse que é amigo do prefeito Carlinhos do Moinho (PSB) e do ministro  da educação, Mendonça Filho (DEM). Essa amizade é justificada pela história política de Moinho, o qual foi prefeito por duas vez de Lagoa de Itaenga, cidade onde Eduardo Freire sedia sua empresa há muitos anos.

Rápidas

Repercussão – A nossa coluna semanal Pequeno Expediente está tendo uma grande repercussão. Muitos comentários, críticas e compartilhamentos.

Silêncio de Lapa – O ex-deputado estadual Carlos Lapa anda muito silencioso quando o assunto é eleição municipal de Carpina. Será que ele está em uma pausa reflexiva ou repressiva?

Pinga-fogo: Será que os candidatos irão obedecer os tetos de gastos do Tribunal Superior Eleitoral?

Elielson Lima 21 jul 2016 - 0:27m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog