Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Debaixo dos panos

Em Limoeiro, após shows milionários de Safadão e Luan Santana, prefeitura faz transferência de R$ 3,6 milhões


A denúncia foi feita pelo ativista social e advogado Marcio Pimentel e do movimento Limoeiro Sim!

Um grupo de cinco vereadores de oposição está mobilizado para pedir esclarecimentos à prefeitura de Limoeiro, alegando que verbas dedicadas à saúde, educação e até a construção de creches teriam sido remanejadas sem objetivo claro e supostamente repletas de irregularidades.

De acordo com as denuncias no legislativo municipal, a prefeitura de Limoeiro, cidade do agreste de Pernambuco, deflagrou uma operação emergencial de suplementação orçamentária de 3,6 milhões, após enfrentar dificuldades em quitar os shows milionários do período junino.

Após a festa de São João em Limoeiro, ocorreu uma convocação às pressas dos vereadores para aprovar uma suplementação orçamentária, operação que remaneja recursos do orçamento. Seria uma operação corriqueira caso não existisse a desconfiança que os recursos são, de fato, para saldar as dívidas criadas pela contratação de atrações como Luan Santana e Wesley Safadão.

A situação teria ficado ainda mais tensa após advogados de Caruaru entrarem com uma ação no Ministério Público pedindo a suspensão do show de Wesley Safadão. Na cidade, os vereadores de oposição reclamam que o valor já pago pela Prefeitura de Limoeiro foi similar à Caruaru, R$ 450 mil. O valor foi pago pela prefeitura sem nenhuma notícia de verbas federais correspondentes.

Caso a suplementação vá para a análise na Comissão de Orçamento da Câmara haverá um prazo de vinte dias para se obter esclarecimentos sobre o assunto.

Do Blog de Jamildo

Elielson Lima 01 jul 2016 - 17:25m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog