Governo de Pernambuco – Use máscara 1
A casa está caindo

Prefeito de Catende tem prisão domiciliar revogada e vai para o Cotel


O prefeito de Catende, Octacílio Alves Cordeiro (PSB), teve a prisão domiciliar revogada após descumprir regras do benefício.

De acordo com a titular da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), Patrícia Domingos, que acompanha o caso, o gestor teria deixado a tornozeleira desligada, descuido que inviabiliza sua localização.

“O prefeito não manteve o equipamento carregado. A Central de Justiça foi acionada e, por isso, sua prisão preventiva será mantida”, explicou.

Octacílio segue, na noite desta quarta-feira (13), para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), Abreu e Lima.

O prefeito já esteve preso no Cotel, mas desde o dia 21 de junho, por decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), utilizava a tornozeleira eletrônica em prisão domiciliar.

Dentre as regras que estava submetido, além de manter o equipamento carregado, o gestor foi proibido, com exceção da sua residência, de acessar e frequentar os lugares onde foram realizadas, no decurso do procedimento de investigação, buscas e apreensões, bem como manter contato com outros investigados do processo, até a sua conclusão.

O prefeito foi preso no início de junho, durante a operação Tsunami, acusado de integrar um grupo que praticava o emprego irregular de verbas públicas, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro da prefeitura do município, na Mata Sul do Estado. Na residência do socialista, a polícia Civil apreendeu R$ 758.437, uma barra de ouro avaliada em R$ 40 mil e diversas armas.

Elielson Lima 14 jul 2016 - 10:47m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog