Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Governo Federal Mendonça Filho libera mais R$ 17 milhões para obras em PE

Mendonça Filho libera mais R$ 17 milhões para obras em PE


O ministro da Educação, Mendonça Filho, libera, hoje, R$ 10 milhões de reais para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco para a construção do Campus do Cabo de Santo Agostinho (PE) e, amanhã, R$ 7 milhões para a Universidade Federal de Pernambuco, destinados ao custeio do restaurante universitário do campus Caruaru. “O Campus do Cabo dará condições estruturais para o aumento da oferta de cursos, como graduação e pós-graduação, embasadas na vocação do município. Ao todo, mais de mil e quinhentos estudantes serão atendidos”, disse o ministro. A liberação desses recursos vai garantir celeridade às obras, que antes estavam sendo executadas em um ritmo menor que 2% por mês.
O Instituto Federal no Cabo funciona de maneira improvisada, desde outubro de 2013, em uma faculdade local. Com a liberação orçamentária, a conclusão do Campus estará mais próxima, graças ao aumento no ritmo das obras. Quando finalizado, o IF-Cabo contará com uma estrutura de grande porte, com uma área construída total de 12.650 m², correspondente a 13,7 hectares, e contará, inclusive, com uma creche, que trará benefícios não só para a comunidade acadêmica, mas aos moradores do Cabo de Santo Agostinho.
Com a conclusão das obras, os mais de 1,5 mil jovens e adultos terão oportunidade de estudar em um dos cinco cursos regulares: Técnicos Subsequentes em Logística, Meio Ambiente, Hospedagem e Cozinha, bem como o Curso de Qualificação Profissional em Almoxarife, além dos cursos da modalidade aprendiz do Pronatec – Recepcionista de Eventos, Auxiliar de Transportes, Movimentação e Distribuição de Cargas, Assistente Administrativo e Cozinheiro.
Poderão também optar pelos cursos de graduação e pós-graduação, Bacharelado em Engenharia Ambiental e Técnico em Meio Ambiente (Integrado); 2ºTécnico Subsequente no Eixo Formativo, Tecnologia em Gestão Portuária ou Bacharelado no Eixo Formativo e Pós-Graduação em Gestão Pública e Tecnologia em Hotelaria e Pós-Graduação em Gastronomia, que devem ser implementados graças a nova estrutura.
Caruaru – Os recursos serão destinados ao custeio dos restaurantes universitários da UFPE, localizados no Recife e em Caruaru, garantindo, respectivamente, a manutenção dos serviços já prestados no Campus da capital pernambucana e provendo a futura inauguração do RU caruaruense.
Seguindo os moldes do RU do Campus Recife, serão oferecidas cerca de 1500 refeições por dia, entre almoço e jantar. Os recursos de custeio vão garantir a alimentação dos alunos até dezembro de 2017. “Com essa liberação, o MEC garante 100% de gratuidade nas refeições para os alunos em vulnerabilidade social e uma taxa de R$ 3 reais para os demais estudantes”, afirmou o ministro da Educação, Mendonça Filho.
O restaurante foi concluído em 2013, mas nunca houve liberação orçamentária para garantir a oferta de refeições para a comunidade acadêmica nos últimos 3 anos.

Elielson Lima 09 set 2016 - 14:22m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog