Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Brasília Ministro das Cidades, Bruno Araújo, abre Seminário Nacional Saneamento Sustentável, em Brasília

Ministro das Cidades, Bruno Araújo, abre Seminário Nacional Saneamento Sustentável, em Brasília


Roberto Tavares, presidente da Aesbe, deu início à cerimônia de abertura afirmando “Nós não apenas discutimos saneamento, nós fazemos o saneamento no dia a dia”. Entre diversos temas, ele falou sobre a fragilidade jurídica do setor, explicando que quando se vai ao judiciário para resolver certas questões é porque houve falha no arranjo do setor e é preciso rever esses pontos.

Opinião reafirmada pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo. Para ele, o próprio tema, que abre o seminário, já elege em um dos temas, a discussão da legislação. “Precisa da segurança regulatória do setor, a possibilidade que possa ser concedido crédito, que o setor não dependa só de recursos do FGTS ou dos recursos gerais da União”, afirmou o ministro.

A mesa da cerimônia de abertura foi formada pelo ministro Bruno Araújo, pelos Presidentes da Aesbe, Roberto Tavares, da Caesb, Maurício Luduvice, da ANA, Vicente Andrew, da ABES, Roberval Tavares, e o vice-presidente da Aesbe Mounir Chaowiche, que levantou a necessidade de se tratar o saneamento também como um caso de saúde.  Já o presidente da Caesb, Mauricio Luduvice falou sobre o tema atual da crise hídrica e disse que o brasiliense, que imaginava estar longe deste problema, agora está descobrindo que a água não é um recurso infinito.

Na manhã da desta terça-feira, dia 29, o Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, falou sobre “Segurança Hídrica”.
O maior destaque foi dado a obra de Transposição do Rio São Francisco, pensada há mais de 100 anos e atualmente com 90% de execução.
O Ministro destacou a importância da integração do rio São Francisco com os sistemas que abastecem as cidades no Nordeste, especialmente a Adutora do Agreste, em Pernambuco, o Cinturão das Águas, no Ceará, Canal do Sertão, em Alagoas e a Vertente Litorânea, na Paraíba.

No painel seguinte, foi discutida a Gestão Compartilhada do Saneamento, abordando a competência dos Estados nas Regiões Metropolitanas, com o Deputado Federal João Paulo Papa.
O papel das Agências Reguladoras contou com apresentação da Consultora Dilma Pena, ex Presidente da SABESP.

O evento continua com debates nesta quarta feira, com participação de Gesner Oliveira, Economista do ano em 2016, e com Professores Palestrantes do México e do Paraná.
“O evento ainda não terminou, mas já consideramos um sucesso. Tivemos mais de 150 pessoas que fazem o saneamento no dia a dia, discutindo temas extremamente relevantes. Contamos com a participação de dois Ministros de Estado e com técnicos de alto conhecimento técnico”, avaliou o Presidente da AESBE e da COMPESA, Roberto Tavares.

 

Elielson Lima 29 nov 2016 - 22:36m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog