Governo – Pandemia não acabou
Causou Dilma Rousseff é eleita uma das mulheres do ano pela ‘Financial Times’

Dilma Rousseff é eleita uma das mulheres do ano pela ‘Financial Times’


A ex-presidenta Dilma Rousseff está na lista das mulheres do ano do jornal Financial Times, em edição apresentada nesta quinta-feira, 8. Dilma aparece na mesma lista que a primeira-ministra britânica, Theresa May, que se torna responsável por conduzir o Brexit, a estrategista da campanha de Donald Trump, Kellyanne Conway, e a ginasta norte-americana Simone Biles, que brilhou nos Jogos Olímpicos do Rio. A publicação destaca o fato de a ex-mandatária ter quebrado o teto de vidro do poder no Brasil, o maior país do continente, muito embora tenha perdido o cargo num processo de impeachment que teve como justificativa manobras fiscais (as pedaladas) adotadas em seu Governo, que ocultavam o rombo bilionário das contas públicas.

O julgamento, porém, foi político, assinala o FT, embora tenha levado em conta a processo de recessão econômica no qual o país entrou sob o seu comando. Dilma concedeu uma entrevista em Porto Alegre ao jornalista Joe Leahy, chefe da sucursal do FT no Brasil. Fala de sua nova rotina e expõe seu incômodo quando discorre sobre o Governo que a substituiu, “governo de velhos ricos, ou, pelo menos, daqueles que querem ser ricos”, diz ela. O jornal destaca o cunho popular de seu Governo, e não deixa de observar que apesar das contradições no seu afastamento, Dilma não faz mea culpa por nenhum erro que tenha cometido.

Do El País Brasil 

Elielson Lima 09 dez 2016 - 19:07m

Comentários

Compesa

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog