Governo – Pandemia não acabou
Homenagem Golpe militar completa 53 anos, carpinenses também foram presos e torturados pelo regime

Golpe militar completa 53 anos, carpinenses também foram presos e torturados pelo regime


Hoje, 31 de março, completam-se 53 anos do golpe militar de 1964 que tirou João Goulart da Presidência da República. A Revolução, como ficou conhecido o movimento, permaneceu no poder até 1985. Com a deposição de Jango, vários marechais e generais sucederam-se no comando do Palácio do Planalto. O primeiro foi o marechal Humberto Castello Branco, seguido pelo também marechal Arthur da Costa e Silva. Depois foi a vez de uma junta militar composta por um general, um brigadeiro e um almirante. Em seguida, os generais Garrastazú Médici, Ernesto Geisel e João Figueiredo presidiram o Brasil.

Durante os 21 anos do regime militar, o Congresso foi fechado duas vezes, houve cassação de mandatos de vários políticos, repressão às pessoas contrárias ao golpe, prisão de líderes, tortura em quartéis, mortes, banimentos, restrição às liberdades de reunião e livre expressão, com censura aos meios de comunicação. No período do general Geisel teve início o processo de distensão e abertura política, concluída nos tempos do general Figueiredo. Assim, muitos exilados do Exterior puderam retornar ao Brasil e reintegrar-se à vida política.

Em 1985, por fim, pudemos viver o período de redemocratização, com os civis voltando ao poder, a ocupar novamente o Palácio do Planalto.

Carpinenses integraram a numerosa lista de torturados, Edinaldo Miranda e José Moura Fontes, filho de Biu Ferreira e Júlia Fontes de Caramuru. Já, o advogado Sérgio Murilo Santa Cruz e Silva foi preso por 6 meses, até o radialista Lauriano Silva foi conduzido duas vezes ao comando do Quarto Exército pela proximidade a Murilo. Milhares perderam suas vidas e não havia a liberdade de expressão e imprensa.

Hoje não é um dia para comemorar e se para reverenciar aqueles que deram até a vida pela democracia que vivemos atualmente.

Elielson Lima 31 mar 2017 - 15:35m

Comentários

Compesa

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog