Novo Jaboatão
Gov – Plano de retomada
Pcr – novo modelo
Copergás
Carpina Em Carpina, professores realizam protesto para reivindicar terço de férias

Em Carpina, professores realizam protesto para reivindicar terço de férias

Publicado em: 10/04/2017 - 23:18m

Nos cem dias de gestão, professores de Carpina foram as ruas para reivindicar o pagamento do terço de férias gozadas desde janeiro, a manifestação foi organizada pelo SINDPROFEM, depois de aprovada em assembleia no mês passado.

“O prefeito enviou no início do ano a reforma administrativa elevando os salários dos secretários. Contratou diversas pessoas. Patrocinou a festa do padroeiro da cidade porem não pagou o terço de férias dos professores”, afirmou Mêrces Silveira, líder sindical. Ela ainda completou, “ele também não pagou o mês de Dezembro de 2016. No ano passado no dia 04.04.2016 os professores de Carpina tiveram o reajuste do piso salarial e até o momento a única resposta e que não tem dinheiro”, disparou.

Em nota a Prefeitura, diz que prioridade é pagar os salários dos servidores, efetivos e contratados. E ainda colocou em xeque a legitimidade do sindicato organizador.

Confira a nota enviada pela assessoria:

A prefeitura de Carpina informa que a prioridade da gestão é a manutenção dos salários dos servidores, efetivos e contratados.

Há uma ação em curso, junto à Justiça do Trabalho, com audiência designada para o próximo dia 11 de Abril do ano corrente, onde se discute a legitimidade do Sindicato dos Professores Municipais de Carpina (Sindprofm). Logo, o órgão classista ainda não possui respaldo legal para mobilizações dentro do município.

Esclarecemos que o repasse do FUNDEB não supre toda a demanda da Secretaria de Educação de Carpina, uma vez que a verba destina-se para além do pagamento dos professores, merendeiras e demais funcionários, também sendo os valores direcionados para a aquisição, manutenção, construção e conservação das instalações e equipamentos de todo o aporte desta secretaria. A prefeitura está reunindo esforços para que, assim que possível, sejam pagos todos os despojos deixados pela gestão anterior.

Elielson Lima 10 abr 2017 - 23:18m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade _ Petrolina

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog