Jaboatão – Centro de Reabilitação
GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
Governo – Pandemia não acabou
Opinião Opinião: Falta cultura nordestina no São João contemporâneo!

Opinião: Falta cultura nordestina no São João contemporâneo!


Em primeiro lugar, não quero soltar nenhuma indireta para nenhuma administração municipal nesse artigo, serei direto mesmo! Recordo quando eu era criança os festejos juninos sempre fez parte do meu imaginários e era uma das festas que mais gostava de participar tanto na escola quanto ir para rua ver as fogueiras, os trios nordestinos e fogos bem típicos nesse período.

Hoje, quase duas décadas depois daquela minha Pasárgada, me entristeço ao ver as programações dos festejos “juninos”. Uno-me as milhares de vozes, em especial, a renomada cantora Elba Ramalho ao criticar as atrações de Campina Grande. Não existe desculpe e justificativa plausível perante a degradação da cultura popular nordestina.

Tenho certeza que o rei do baião se revira no túmulo ao saber que a sua música e sua luta de anos são ofuscados pelo mal gosto de muitos que dizem promover o “turismo e a cultura” em nossa região. Nada contra as novidades do momento, mas não podemos esquecer a nossas raízes. E não venham com o discurso caduco que o povo não gosta, ponha um Alceu Valença, uma Elba ou um Cezinha pra ver se o povo não comparece!

Não saberia o que dizer se eu tivesse o poder de levar o Elielson-criança para o São João da atualidade, tenho certeza que ele preferiria ficar em casa e esquecer o que viu, ou melhor, o que não viu. Onde estão os bacamarteiros?Os festivais de quadrilhas? Os fogos? Onde está a cultura? Do jeito que vai, no melhor das hipóteses se tornarão peças de museu!

Por Elielson Lima

 

Elielson Lima 08 jun 2017 - 13:33m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade – Alepe

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog