GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
Jaboatão – Habitacional
Coluna Coluna do Blog desta segunda-feira

Coluna do Blog desta segunda-feira

Publicado em: 23/07/2017 - 23:45m

Lapas marcharão em palanques opostos mais uma vez na eleição de 2018

Começou as articulações para mais uma eleição e a tradicional família Lapa, que faz política na região há décadas parece que mais uma vez estarão rachados em palanques opostos no pleito do ano que vem. No momento, apresentam-se com dois postulantes a deputado estadual, o ex-prefeito de Carpina Joaquim Lapa pelo PTB e sua sobrinha a ex-deputada Ana Carla Lapa que deve ser candidata pela DEM ou PSC.

Ana Carla deixou claro em sua entrevista na última sexta que poderia votar até no tio se não for candidata, do outro lado Joaquim afirmou seu compromisso com José Humberto caso não dispute o pleito, os discursos parecem que estão muitos distantes da convergência. Nas entrelinhas de sua fala Carla Lapa criticou projetos estaduais que visam só o eleitorado local, ela criticou aqueles candidatos que atrapalham outro de chegar a uma vaga na Alepe. Poderá ser entendido como recado ao seu tio!

A única Lapa com mandato, a vereadora campinense Manu Lapa, que vem fazendo um bom mandato, ainda não deixou claro sua opção para 2018, ela foi eleita no palanque do seu tio Joaquim Lapa, mas parece ter luz própria. Mesmo tendendo a apoio o tio caso confirme a candidatura, que hoje depende diretamente do senador Armando Monteiro e de Ricardo Teobaldo.

O também Lapa, o ex-verador Jorginho figura no grupo do vereador Diogo Prado (PCdoB), que também poderá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa. Rachando em três palanques os Lapas na região. Prado poderá tentar reunir uma parte dessa família em torno do seu nome com apoio de Jorginho e seu pai, também ex-vereador Jorge Lapa, que transita bem nas lideranças políticas dos seus irmãos (Carlos e Joaquim).

Por fim, que os Lapas estão seguindo o exemplo dos Arraes em Pernambuco, cada um para um lado diferente. Fica o questionamento: se eles todos tivessem juntos elegeriam um deputado? Não podemos afirma que sim, porque não podemos trabalhar com cenário que não existe, mas a probabilidade seria maior do retorno de um Lapa na Alepe juntos do que separados.

Ouvindo o povo – O prefeito de Feira Nova, Danilson Gonzaga (PSD), se inspirou nos governos grandes e populistas e está visitando os bairros da cidade com o Orçamento Participativo. Além de ouvir as propostas, o gestor que resolução dos pedidos por parte do seu secretariado.

Rápidas

Fórum arrombado – Nem a casa da Justiça escapou, o Fórum da cidade de Nazaré da Mata foi arrombado, ontem. Informações dão conta que o prédio público estava sem segurança durante o ato.

Destaque – O presidente da Câmara de Vereadores de  Lagoa de Itaegna, Pedro Epifânio vem se destacando muito na região. No último sábado, ele foi homenageado com o Prêmio Pernambuco Imortal. Se a eleição municipal fosse hoje, ele estarei na disputa!

Na trilha do pai – O chefe de gabinete e principal herdeiro político de Eduardo, João Campos marcou presença na tradicional missa do vaqueiro, representando o governador Paulo Câmara. Lá ele fez um gesto cheio de significados, montou à cavalo, usou o chapéu e o gibão que foi do seu pai e acenou com cara de candidato.

De olho nos prefeitos – Amanhã, começa mais um Congresso municipalista de Pernambuco promovido pela AMUPE. De um lado o governador Paulo Câmara trocará tapinhas nas costas com os prefeitos, mas não estará só. O ministério das Cidades, Bruno Araújo também confirmou presença.

Pinga-fogo: Se forem candidatos, quem terá mais votos Ana Carla ou Joaquim Lapa? Veremos!

Elielson Lima 23 jul 2017 - 23:45m

Comentários

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade – Petrolina

Publicidade

Publicidade

Arquivos do Blog