Novo Jaboatão
Gov – Plano de retomada
Novo PCR
Copergás
Coluna Coluna do Blog desta sexta-feira

Coluna do Blog desta sexta-feira

Publicado em: 28/07/2017 - 0:57m

Havia uma pedra no meio do caminho de Fernando Bezerra

Ontem foi um dia que não estava no script do senador e possível postulante a governador, Fernando Bezerra Coelho, hoje no PSB, isso porque o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquérito para investigá-lor por suspeitas de corrupção passiva e lavagem de dinheiro com base nas delações premiadas de executivos da Construtora Odebrecht.

Segundo Janot, os dois delatores afirmaram que, durante a execução das obras do Cais V e do Píer Petroleiro no Porto de Suape, o senador e o então governador Eduardo Campos “foram beneficiados por propinas paga pelas empreiteiras Odebrecht, OAS e Andrade Gutierrez”.

Em nota, a defesa do senador afirmou que ainda não foi comunicada sobre o pedido de abertura de inquérito e, por isso, desconhece o teor. O advogado Andre Luís Callegari diz ainda que o conteúdos das delações dos ex-executivos são “absolutamente inverídicos”

Logo agora, que FBC estava emplacando e propagando seu nome nos bastidores da política para uma eventual disputa pelo Palácio do Campo das Princesas. A máxima que escutei no Congresso da Amupe foi essa: “Se Bezerra não for pego, ele poderá disputar bem 2018”, disse um possível companheiro de chapa.

Vivemos um momento tão turvo na política que já podemos criar o “escapismo”, quem escapa da Polícia Federal, delações e afins poderá concorrer bem a eleição. Mesmo com todos os esses processos, Bezerra é um feroz articulador e bom no trato, seus gabinetes em Recife e Brasilia é um verdadeiro ponto de romaria dos prefeitos pernambucanos, isso porque sabem que ele tem cartaz com Temer e Maia.

Gesto de grandeza – Ontem, o prefeito Ulisses Felinto reuniu a imprensa para apresentar o balanço de seis meses do seu mandato à frente da Prefeitura de Timbaúba. A coletiva foi bastante prestigiada pelas autoridades locais e regionais. Além de Ulisses, recordo que apenas Marcelo Gouveia (Paudalho) abriu as contas da prefeitura que assumiu.

Gesto? – Segundo o prefeito Ulisses, o deputado federal Marinaldo Rosendo (PSB), que também é ex-prefeito de Timbaúba só destinou R$250 mil em emendas pra cidades e porque ele esteve lá em Brasília para pedir, “enquanto para Itambé foram quase R$3 milhões e Aliança mais de R$1 milhão, nada contra as cidades vizinhas, mas aqui ele é teve mais de 12 mil votos e é filho da cidade”. Com a palavra o deputado!

Rápidas

Fora da liderança – O deputado estadual Antônio Moraes deixou claro, ontem em Timbaúba, que não prosseguirá no comando do PSDB em Pernambuco. “Está na hora de quadros novos assumir o partido, já o fiz por dois mandatos”.

Gomes – Está muito claro que o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, que comandar os tucanos para resolver a vida política do filho, Betinho Gomes, que não anda muito bem das pernas para a reeleição. Mesmo se o pai não presidir, penso que Betinho não sai do PSDB, devido suas regalias lá em Brasília.

Na disputa –  O jornalista e blogueiro Magno Martins parece que tomou tanto gosto pela política e os corredores de Brasília, que vem pavimentando sua candidatura a senador pelo Podemos em 2018, liderado pelo deputado Ricardo Teobaldo.

Pinga-fogo: Será que Marinaldo Rosendo disputará a reeleição no próximo ano?

Elielson Lima 28 jul 2017 - 0:57m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade _ Petrolina

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog