Cabo
Governo – Pandemia não acabou
Coluna Coluna do Blog desta segunda-feira

Coluna do Blog desta segunda-feira


Botafogo e Diogo Prado dão o tom de como será o clima da eleição em Carpina

Nos últimos dias o embate entre o prefeito de Carpina, Manuel Botafogo (PDT) e o vereador Diogo Prado (PCdoB), aumentou, um chama para o debate, o outro marca e faz provocações. Na minha avaliação – raramente usei o pronome na primeira pessoa aqui na coluna – fica claro o tom de 2018.

De um lado o gestor municipal vai levantar a bandeira do seu candidato à deputado estadual, que é o  Vinícius Labanca (PSB), diante da candidatura já posta do vereador carpinense. A troca de farpas que ambos estão protagonizando no momento é um sinal claro de como transcorrerá o pleito do próximo ano. Mais uma vez uma polarização entre dois grupos políticos, mesmo sendo uma eleição estadual, vou falar mais sobre isso mais na frente.

A polarização entre Prado e Botafogo não começou de hoje, desde do início do mandato o gestor vem mandando alfinetadas nas entrelinhas de suas entrevistas da posição que o parlamentar vem trilhando na Casa Dr. Murilo Silva. Por sua vez, Prado não polpa críticas a gestão municipal e com discursos duros e constantes. E essa polarização poderá se ampliar ainda mais, caso se confirme o apoio de Dr. Joaquim Lapa ao projeto de Diogo, como corre a informação nos bastidores. Repetindo o embate entre o grupo Fogo e Lapa de 2016, mesmo esse não esta unido como naquele momento.

Por falar em eleição, o eleitorado carpinense estará muito pulverizado – como toda eleição estadual – mas esta ainda mais, porque terão mais de um “candidato da terra”, levando em consideração a candidatura da ex-deputada Ana Carla Lapa que tem raízes na cidade e também do vereador Antônio Resende caso confirme sua disputa por uma vaga na Alepe, além de candidatos de cidades vizinhas, a exemplo de Paudalho, que historicamente sempre foram bem votados em Carpina.

Quem estiver contando com eleitorado carpinense para definir sua eleição proporcional estadual está fazendo as contas erradas. A dúvida nisso tudo é: quem será o majoritário? Porque como dizem os curiosos políticos, “uma eleição chama a outra”. Nesse raciocínio 2020 passa por 2018.

Aposta barrista – Quem está conseguindo criar musculatura na sua pré-candidatura à deputado federal é o vereador Nicó do Cimento. Com o discurso “carloslapiano” – fazendo referência ao ex-depudado e ex-prefeito Carlos Lapa -, Nicó vem sobressaindo com a bandeira de “candidato da terra” e já agradando parte do eleitorado carpinense. Ele ainda contará com o apoio da deputada estadual Priscila Krause. Recordo que Carlos Lapa adotou esse discurso na eleição passada e foi o marjoritário com 10.795 votos. Será que Nicó repetirá o feito?

A vez de Armando – Depois de FBC dizer que é candidato, Bruno Araújo dizer que está pronto e  Mendoncinha ensaiar. Ontem foi a vez de Armando, em Surubim, o petebista incorporou mais uma as vestes de candidato a governador e reuniu importantes lideranças da Mata Norte e Agreste. “Quero conclamar os companheiros para que possamos, juntos, construir essa linha de resistência. Eu quero ajudar a construir um projeto vitorioso em Pernambuco”, disse.

Rápidas

Senado – Em entevista, Daniel Coelho está confiante na eleição de Tasso Jereissati no comando do PSDB nacional e vai brigar por espaço de poder na executiva estadual em PE. Ele chegou até falar em disputar o Senado, baseado em pesquisas internas. “O povo quer um candidato que não defendeu Temer”, frisou. Escanteando o ex-ministro das Cidades Bruno Araújo, que até agora não sabe o que quer!

Senado 2 – Se essa tese de Daniel estiver certa, a aposta de Silvio Costa de não renovar o mandato de Federal e ir para o Senado como “o candidato de Lula” está mais que certa. Ele bateu e bate em Temer o tempo todo, além de garantir o espólio eleitoral do lulismo em Pernambuco. Essa eleição promete!

Recomendação – O Ministério Público recomendou ao prefeito Danilson Gonzaga de Feira Nova que ele faça um concurso público na cidade. O prefeito garantiu que vai comentar o assunto através de nota. Vamos aguardar!

Marcando território – A pré-candidata a governadora pelo PT, Marília Arraes em menos de um mês esteve duas vezes na Mata Norte em cidades importantes (Carpina e Nazaré), e já está com uma agenda para Paudalho. Se o próprio PT não implodir sua candidatura, Marília chegará bem em 2018.

Pinga-fogo: Armando conseguirá emplacar seu nome em mais uma disputa majoritária em PE?

Elielson Lima 27 nov 2017 - 0:01m

Comentários

Escola internacional Novo

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog