Governo de Pernambuco – Use máscara 1
PCR – COVID
Coluna Coluna da quinta: O dilema de Daniel Coelho 

Coluna da quinta: O dilema de Daniel Coelho 


O dilema de Daniel Coelho 

Depois de ser preterido publicamente por Armando Monteiro, comenta-se nos bastidores que o deputado federal Daniel Coelho (PPS), vive um grande dilema. Ou concorre mais uma vez para a Câmara dos Deputados onde terá uma reeleição praticamente garantida ou aposta todas as fichas e vai para a majoritária da Oposição.

O primeiro ponto que anima Coelho para disputar o Senado são os números favoráveis nas pesquisas tanto interna quanto nas registradas. Ele é o grande nome da Região Metropolitana, precisando se fazer ainda mais conhecido no interior do Estado, sobretudo do Agreste pra lá!

Bom de redes sociais – diga-se de passagem é o político mais curtido no Facebook em Pernambuco – Daniel traria a juventude para a chapa de Armando, além de um nome que foi anti-Temer o tempo todo. Tiraria em partes a rejeição do presidente deste palanque. Lembrando que ele já derrotou Mendonça e Humberto em um eleição majoritária no Recife, será que a situação se repetiria?

Fator contra, sem sombra de dúvidas é apostar tudo e ficar sem nada –  entenda-se ficar sem mandato – da forma que o ex-tucano faz política ficar fora de um cargo eletivo encolheria muito sua trajetória política e o deixaria fora de todos os debates que hoje projeta seu mandato. O voto de opinião que é mais de 80% de sua eleição não teria o que opinar, estaria fadado ao esquecimento. Sem esquecer outro fator negativo, é largada exponencial de Mendonça  para garantir o segundo voto governista, ficando mais difícil a corrida pelo Senado. Contando que a chapa governista faça um e a oposição outro.

Por fim, mesmo ficando de fora da majoritária da eleição deste ano, a sinalização clara de Armando para ele também deixa entender que se esse palanque for vitorioso, o nome de Coelho será lembrado para a disputa sonhada para a comandar a Prefeitura do Recife, o qual já saiu derrotado por duas vezes. Esse é o grande dilema que deve está circulando a cabeça de Daniel Coelho.

Gestão controlada 1 – O prefeito de Timbaúba, Ulisses Felinto (PSDB), liberou pagamento a 1ª parcela do 13° salário de todos os servidores municipais. Foram injetados na economia da cidade mais de R$ 1 milhão de reais.

Gestão controlada 2 – Em Carpina, o presidente da Câmara, vereador Bila (PDT), também fez o mesmo. Além de efetuar o pagamento dos servidores do mês de junho, ele liberou a primeira parte do décimo terceiro salário.

PP estadual– Duas das apostas fortes do Progressistas na chapa para estadual é a reeleição dos deputados Vinícius Labanca e Antônio Moraes. Moraes ampliou consideravelmente suas bases e vem andando o Estado e conversando ‘olho no olho’. Já Labanca, cresceu também e tem Carpina como um dos braços fortes da campanha.

Melhor aposta – O nome do vice-prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro vem crescendo para disputar uma cadeira na Alepe em outubro. Ele poderá ser o ungido da prefeita Raquel Lyra que entende bem do traçado para chegar a Casa de Joaquim Nabuco. Jovem tucano e fiel ao grupo, Pinheiro já conquista adeptos dentro e fora da capital do Forró.

Rápidas

Lagoa do Carro – O vereador de Capina e ex-prefeito de Lagoa do Carro, Tota Barreto (PSB), depois de reunir amigos e lideranças políticas vem fazendo acenos importantes de que poderá tentar novamente concorrer o comanda da cidade da qual já foi prefeito. O socialista vem demonstrando empolgação!

Grande eleitor – Comenta-se nos bastidores, que o prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia (PSD), é o grande eleitor na sua cidade. Com uma gestão aprovada, ele transfere voto para seus candidatos com facilidade. A grande prova de fogo disso tudo será a eleição de outubro!

Carga total – Pré-Candidato a federal, o ex-secretário de Administração do Estado Milton Coelho (PSB) está somando diversos apoios em todo Estado. Em Carpina, ele vai surpreender com o tamanho do e o volume do seu grupo.

Título de Cidadão – Amanhã, o deputado estadual Antônio Moraes (PP), receberá o Título de Cidadão de São Vicente Férrer. Foi uma proposição do vereador Galego Cara Branca.

Pinga-fogo:  Será que o Solidariedade permanecerá na Frente Popular?

 

Elielson Lima 21 jun 2018 - 0:04m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog