Remax
Escola Internacional
Coluna Coluna da quinta: Um ‘Supremo’ abismo jurídico

Coluna da quinta: Um ‘Supremo’ abismo jurídico


Um ‘Supremo’ abismo jurídico

Uma bomba jurídica explodiu de Brasília e enclodiu como uma atômica em todo País, após a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello de soltar todos os presos que cumprem prisão provisória após condenação em segunda instância.

Esse fato gerou uma série de manifestações de entidades e juristas nos quatro cantos do Brasil. Os petistas começaram a fazer festa, pois a prisão do ex-presidente Lula se enquadraria nessa decisão e teria quer ser revogada. A capacidade dos advogados do líder petistas foi sensacional ao pedir a liberdade dele 48 minutos depois da decisão do ministro. 

Destacamos Lula pela relevância do cargo, mas essa medida beneficiaria 169 mil presos. Todos esses são ‘políticos’? Evidentemente que não! Essa não é a primeira vez que Marcos Aurélio é pivô de uma crise jurídica no Supremo colocando em perigo a credibilidade da Suprema Corte do Brasil.

Foi preciso que o presidente do STF, ministro Dias Toffoli interesse no processo e revogasse a liminar do magistrado mantendo assim a prisão em segunda estância jogando a decisão final para abril. 

Por fim, em meio a crise da classe política com uma renovação colossal do Congresso Nacional e das Assembleias Legislativas. Além de eleger um presidente com o discurso contra o sistema político. Restava ao Judiciário manter a ordem, mas se continuar como está essa credibilidade poderá ir para o ralo, ou mel1hor, para o abismo.

Paulista – A corrida pela Prefeitura de Paulista já começou com todo gás. Já estão na rua com tudo o vice-prefeito Jorge Carreiro, o ex-deputado Ramos, Nena Cabral e o ex-vice-prefeito Duflfles Pires que tem o apoio do ex-prefeito Yves. Sem esquecer que o atual prefeito deverá apresentar um nome que será ou o deputado Francismar Pontes ou o secretário de Turismo Francisco Padilha.

Salvo pelo filho – Foi o que afirmou o senador Renan Calheiros (MDB-AL) em entrevista a Globo News. Para o ex-presidente do Senado foi a aprovada gestão do seu filho e governador das Alagoas que o reconduziu a Casa Alta. “Ele que conduziu minha reeleição”.

Senado – Das 58 cadeiras que estavam em jogo na eleição deste ano apenas 8 senadores conseguiram sobreviver ao crivo eleitoral. Um deles foi o pernambucano Humberto Costa (PT) que ao voltar ao ninho da Frente Popular renovou seu mandato por mais oito anos. E um que fará falta nos debates é o também pernambucano, mas senador pelo DF, Cristovam Buarque.

Despedida – O vice-governador e deputado federal eleito, Raul Henry (MDB), fez uma visita de cortesia à Assembleia Legislativa de Pernambuco, ontem e foi recebido pelo presidente da Casa deputado Eriberto Medeiros (PP), e cumprimentou os parlamentares no Plenário. E colocou seu gabinete em Brasília a disposição da Alepe.

Rápidas

Porrada – As vaias a Bivar na diplomação aqui em Pernambuco foi fichinha para o que aconteceu em Minas Gerais. Deputados diplomados tocaram socos durante a cerimônia promovida pelo TRE-MG.

Contas rejeitadas – O ex-prefeito de Itapissuma, Clóvis Cavalcanti teve sua contas rejeitadas por 8×3, acompanhando a recomendação do Tribunal de Contas de Pernambuco, por desvios de recursos do instituto de previdência da cidade. Com essa decisão, Clóvis está vedado de registrar candidatura. 

São Lourenço  – O vereador Cícero Pinheiro (PTB) foi eleito com a maioria dos votos para exercer a presidência da Câmara de Vereadores no biênio 2019/2020. Cícero, que é professor, faz parte da base do prefeito Bruno Pereira.

Repercussão – Fomos o primeiro blog do Estado a confirmar que Nilton Mota voltará ao comando da Casa Civil o anúncio será feito pelo governador Paulo Câmara nos próximos dias. A matéria foi uma das mais acessadas deste mês.

Pinga-fogo: Quantos candidatos a prefeito terão em Carpina na próxima eleição? Tem muita gente já se movimentando!

Elielson Lima 20 dez 2018 - 0:02m

Comentários

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade

 

Arquivos do Blog