Remax
Escola Internacional
Coluna Coluna da quarta: Na onda da direita, André Ferreira poderá ser candidato a prefeito do Recife

Coluna da quarta: Na onda da direita, André Ferreira poderá ser candidato a prefeito do Recife


Na onda Bolsonaro, André Ferreira poderá ser candidato a prefeito do Recife

Terceiro deputado federal mais votado de Pernambuco com 175.834 votos, André Ferreira saiu muito grande da eleição de outubro passado. Elegendo uma bancada importante com cinco parlamentares na Assembleia Legislativa e ainda conseguindo se consolidar de última hora como deputado federal deu a André um fôlego e uma projeção estadual.

Essa desventura eleitoral coloca-o para uma eventual disputa pelo comando da Prefeitura do Recife. Ele sempre foi muito bem votado na capital pernambucana. Nos pleitos de 2008 e 2012, quando candidato a vereador, foi o mais votado com 15.117e 15.774 respectivamente. Nas eleição estaduais os recifenses sempre conferiram uma boa votação a André. Por exemplo, em 2018, ele ficou em quarto lugar atrás dos candidatos oficiais e Marília Arraes que tinha uma projeção majoritária. Mesmo assim computou 46.409 votos.

Alguns fatores serão determinantes para essa candidatura decole. Primeiro, Bolsonaro fazer um bom governo, mesmo não sendo um militante ávido do presidente. André é o que mais se assemelha ao discurso da família e da direita pregado pelo presidente. Ele terá o desafio de concorrer com um candidato do próprio PSL de olho nesse mesmo eleitorado que deu uma vitória a Bolsonaro no primeiro turno na capital.

Depois, a boa avaliação do seu irmão Anderson Ferreira no comando da cidade de Jaboatão dos Guararapes reflete diretamente e influencia em partes o eleitorado recifense. Por esses e outros fatores, André Ferreira não perde em nada se lançar-se candidato no Recife em 2020. No pior das hipóteses continua federal com o nome mais quente do que nunca para a reeleição.

Camaragibe – A Câmara de Vereadores da cidade está vivendo uma verdadeira guerra judicial. Enquanto um grupo empossou um presidente ontem diante de uma liminar, outro empossou outro presidente hoje baseado no regimento. Essa guerra só está no começo!

Mesa – A grande possibilidade do deputado estaudal eleito Gustavo Gouveia ter um assento na Mesa Diretora da Alepe. Ele poderá preencher a vaga destina a Oposição. O estreante vem demonstrando muita capacidade de articulação entre os deputados.

Mesa (parte 2) – Por falar nisso, a exemplo de Uchoa, o deputado Eriberto Medeiros vem fazendo uma composição de mesa dos mais ‘chegados’. Medeiros conquistou de vez os deputados e os servidores da Casa.

Rápidas

Chapa – Fica cada vez mais claro que Diogo Prado (PSC) deverá disputar a Prefeitura de Carpina com a benção de Joaquim Lapa. Eles estão afinadíssimos e Prado tem o prestígio e o sinal verde junto a executiva estadual do seu partido.

Câmaras – Foram empossados ontem os presidentes das Câmaras de Carpina, Bila (PDT); Paudalho, Josimar Cavalcanti (PP); e Lagoa do Carro, Sérgio Vasconcelos (PTB).

Educação – Em Carpina, depois dos problemas que afastou a professora Zélia Santana de assumir o comando da Educação, o prefeito Botafogo anunciou Madalena Domingues como a nova secretária.

Pinga-fogo: Daniel Coelho tem gás para uma nova disputa municipal ou perdeu o time?

Elielson Lima 02 jan 2019 - 11:05m

Comentários

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade

 

 

Arquivos do Blog