PCR – Recife Virado
Jaboatão – Anti-rábica
Governo – Emprego
Gestão Projeto Noronha Carbono Zero proíbe carros à combustão e incentiva a entrada de carros elétricos na ilha

Projeto Noronha Carbono Zero proíbe carros à combustão e incentiva a entrada de carros elétricos na ilha

Publicado em: 05/06/2019 - 16:50m

Para garantir ainda mais a preservação do meio ambiente de Fernando de Noronha, o governador Paulo Câmara envia, hoje, à Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que proíbe a circulação de veículos à combustão. A medida, que dialoga com a política de desenvolvimento sustentável do Governo de Pernambuco, veta a entrada de carros, motos, ônibus e caminhões que emitem dióxido de carbono a partir de 10 de agosto de 2022, permitindo apenas a circulação de unidades já presentes na ilha. A nova legislação ainda prevê, de 2030 em diante, a retirada da ilha de todos os veículos movidos a gasolina, álcool e óleo diesel.

“Esse é mais um passo importante na preservação desse patrimônio que é Fernando de Noronha e mostra o nosso compromisso com um estado mais sustentável e  comprometido com o meio ambiente”, afirmou o governador Paulo Câmara.

Iniciando o processo de adequação à norma, a Administração de Fernando de Noronha firmou parceria com a Renault Brasil para a implantação dos carros elétricos na ilha. O contrato será assinado no próximo sábado (08/06), em cerimônia em um restaurante local.

Nesse primeiro momento, a administração vai conceder 130 autorizações ecológicas para quem quiser obter um veículo em acordo com as especificações ambientalmente corretas. Sendo 100 para pessoas físicas e 30 para pessoas jurídicas. Os critérios para liberação das autorizações estarão no decreto. Os interessados vão ter um prazo de entrega da documentação entre os dias 10 de junho a 10 de julho, no Controle de Veículos e Embarcações (CVE), no Palácio São Miguel. Após este período, será divulgada a lista com os nomes contemplados. 

Foram cedidos cinco automóveis, de três modelos, Zoe (três), Kangoo (dois) e Twizy (um), e quatro carregadores para uso oficial da Administração Distrital em regime de comodato.  A iniciativa faz parte do Projeto Noronha Carbono Zero, para a circulação dos carros 100% elétricos no arquipélago, considerado Patrimônio Mundial da Humanidade desde 2001 pela Unesco. Tal projeto engloba ações de gestão sustentável, provocando mudanças significativas nas áreas da mobilidade e matriz energética da ilha.

“O nosso objetivo é zerar a emissão do carbono na ilha até 2030, conforme as premissas do Noronha + 20, que são regidas pela sustentabilidade em diversas áreas da gestão pública. Noronha Carbono Zero, através dos carros elétricos, é apenas o início de novas opções sustentáveis para a mobilidade e a matriz energética da ilha”, diz Guilherme Rocha, Administrador da ilha.

Os veículos têm autonomia que variam de 100 a 300 quilômetros, dependendo do modelo, com recarga das baterias que duram em média 1h40 para atingir 80% carga total. “Essa é mais uma iniciativa da Renault do Brasil visando trazer soluções de mobilidade sustentável. Para nós é uma honra estarmos presentes em Fernando de Noronha, que é um símbolo de preservação ambiental no Brasil e no mundo”, afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. 

O evento de lançamento dos carros elétricos vai acontecer sábado (8), no Restaurante Mergulhão, com executivos da Renault Brasil e com representantes da Administração de Noronha.

Elielson Lima 05 jun 2019 - 16:50m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog