Jaboatão – Aniversário
GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
PCR – Cred Pop
noticias Geraldo destaca importância da Fenearte para o ciclo econômico do artesanato

Geraldo destaca importância da Fenearte para o ciclo econômico do artesanato


Na tarde desta quarta-feira (3), teve início a 20ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), evento que fomenta a cultura e artesanato pernambucano. O prefeito Geraldo Julio, acompanhado da primeira dana Cristina Mello e do Governador Paulo Câmara, prestigiou a abertura da feira que já chega a sua 20ª edição, comemorando a marca histórica de anos de realização apresentando o potencial da economia criativa de Pernambuco e de outros lugares do mundo. Ao longo de doze dias, a considerada maior feira de artesanato da América Latina,  receberá 5 mil expositores distribuídos em 800 espaços em uma área de 30 mil m² do Centro de Convenções de Pernambuco.

“A Fenearte já é uma marca  de muito sucesso, uma oportunidade muito grande, que fecha um ciclo muito importante, que é do artesão poder chegar no cliente, no comprador,  consumidor final. Isso acontece aqui, mas também com as encomendas e contatos que são feitos aqui. Uma oportunidade de darmos vazão a essas obras e gerar renda para esses artesãos”, comentou o prefeito Geraldo Julio, que ao longo da feira cumprimentou diversos artistas e artesãos que estavam mostrando seus trabalhos.

O Governador Paulo Câmara também comentou a importância do evento. “Essa é uma feira que se consolidou, a cada ano cresce mais. Este ano homenageado a ciranda, uma tradição aqui de Pernambuco, através de Lia de Itamaracá, dona Duda, e Baracho, aqui representados pelas filhas. Então ficamos muito satisfeitos de saber que a cada ano, mesmo com a dificuldade, conseguimos promover a maior feira da América do Sul e que cresce sempre mais, com mais representantes, artistas, estados e países, e a nossa cultura muito presente em todas as etapas deste evento”, destacou o prefeito Geraldo Julio.

No evento, por onde circulam durante toda sua realização, cerca de 300 mil pessoas, doze artesãos e artesãs vinculados ao Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Artesanato do Recife (Prodarte) expuseram seus trabalhos. Os participantes foram selecionados por uma curadoria especializada para expor seus produtos no estande da Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (STQE), que fica localizado no número 360 da Rua 13. Além deles, as artesãs cadastradas da Rede Tecendo Cidadania, ligadas à Secretaria da Mulher do Recife, também estiveram presentes. Ao todo, 16 mulheres estavam com seus produtos na mostra.

“Esta é uma grande oportunidade de empoderamento dessas mulheres. Foram muitos trabalhos escritos e selecionamos 16 deles para estarem aqui hoje. No nosso trabalho sempre buscamos espaço para mostrar esses trabalhos, sempre renovamos a nossa rede e buscando aumentar. São produtos aqui de vários seguimentos, artigos infantis, doces, produtos em macramê, fuxico. Para além da presença aqui da feira também oferecemos cursos, oficinas, passeios, orientações para essa empreendedoras, tetando oferecer referências para elas crescerem e se empoderarem cada vez mais dos seus negócios!”, comentou Conceição Arraes, gestora da Divisão de economia e empoderamento da mulher do Recife, sobre o estande institucional da pasta que expõe e comercializa os produtos confeccionados exclusivamente por mulheres.  Reciclados, macramê, bordados e diversos outros produtos de decoração estarão disponíveis no estande 313 da Rua 12 da Fenearte.

Outros serviços e secretarias também estiveram presentes na Fenearte oferecendo serviços à população. O Programa Manuel Bandeira de Formação de Leitores, da Secretaria de Educação do Recife, no estande da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), no dia 9 de julho, das 14h às 17h, irá realizar contação de histórias, oficina de instrumentos, exposição fotográfica e cinema. Aproveitando o fluxo de público , a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife (Seturel) também realizará uma ação promocional da cidade. Outra importante ação é da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos (SDSJPSDDH), que manterá instalado, em parceria com o Governo do Estado e Prefeitura de Olinda, o Espaço de Proteção para ofertar atenção a crianças de 7 a 12 anos. As equipes do Serviço Especializado em Abordagem Social de Rua (SEAS) convidarão as crianças para ficar no Espaço, das 17h às 23h. 

Elielson Lima 03 jul 2019 - 20:08m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade – Olinda

Publicidade – Alepe

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog