Jaboatão – Aniversário
GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
PCR – Cred Pop
Causou Vereador Bruno Salsa denuncia fraudes na prefeitura de Goiana e solicita impeachment

Vereador Bruno Salsa denuncia fraudes na prefeitura de Goiana e solicita impeachment


Em sessão ordinária da Casa José Pinto de Abreu, na manhã da última terça (9), o vereador Bruno Salsa (DEM), usou da tribuna da casa, para denunciar um mega esquema de fraudes na Prefeitura de Goiana. Segundo o parlamentar, o esquema está documentado em imagens e papéis, onde comprova um superfaturamento no serviço de limpeza urbana no valor aproximado da casa dos 10 milhões de reais.

Durante a fiscalização, o vereador identificou os crimes de improbidade administrativa e prejuízo ao erário, por conta de superfaturamentos praticados pela gestão do prefeito Osvaldo Rabelo Filho (MDB) e seu vice Eduardo Honório Carneiro (MDB). A denúncia será detalhada por Bruno amanhã (11), às 09h30, com a apresentação dos documentos comprobatórios do esquema de fraude, além da recomendação do TCE-PE perante as irregularidades identificadas.

Em seu discurso, o parlamentar foi mais além, em outras palavras solicitando até o impeachment da gestão atual, após explicar partes das irregularidades, “Todo o esquema foi iniciado em 2017 quando a antiga empresa de limpeza Brasfort decidiu se afastar do contrato (não se sabe o motivo) e a Locar assumiu o serviço. Em 2018, o valor do contrato que era de R$ 4,7 milhões/ano foi reajustado para os alarmantes R$ 9,5 milhões/ano, após a assinatura de termos aditivos irregulares. Pasmem, além das irregularidades apresentadas nos anos anteriores, em 2019 a empresa responsável pela limpeza urbana também não teria participado de processo licitatório, além de não possuir contrato ou aditivo vigente, mas estaria recebendo pagamentos regulares do mesmo valor praticado no ano anterior, confirmando que a Prefeitura de Goiana não estaria seguindo os trâmites legais previstos na legislação brasileira, caracterizando assim ação de improbidade administrativa, o que poderá implicar na cassação dos gestores Osvaldo Rabelo Filho e Eduardo Honório, caso os vereadores acatem a denúncia”, afirmou o vereador Bruno Salsa.

Elielson Lima 10 jul 2019 - 16:15m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade – Olinda

Publicidade – Alepe

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog