Novo Jaboatão
Gov – Plano de retomada
Copergás
Pcr – novo modelo
Homenagem Alepe presta homenagem ao ex-ministro Marcos Vilaça

Alepe presta homenagem ao ex-ministro Marcos Vilaça

Publicado em: 27/08/2019 - 23:00m

A Assembleia Legislativa realizou, nesta terça (27), uma Reunião Solene em homenagem aos 24 anos da posse do acadêmico Marcos Vinicios Vilaça como presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) e pelos relevantes serviços prestados por ele ao Estado. A iniciativa partiu do deputado Antônio Moraes (PP). 

Marcos Vinicios Rodrigues Vilaça é advogado, jornalista e professor. Nascido em Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, em 1939, foi professor de Direito Internacional Público na Universidade Católica de Pernambuco, chefiou a Casa Civil e foi secretário de Governo do Estado, no Poder Executivo, além de assessor jurídico da Alepe. Entre diversos cargos de alto nível na Administração Federal, atuou como secretário de Cultura do Ministério da Educação e Cultura, secretário particular do presidente da República e diretor da Caixa Econômica Federal.

Vilaça foi o primeiro ocupante da cadeira 35 da Academia Pernambucana de Letras, tendo sido eleito em 30 de outubro de 1965 e sendo, atualmente, o seu mais antigo membro. Eleito para a Academia Brasileira de Letras (ABL) em 1985, ocupa a cadeira 26, que pertenceu anteriormente a Mauro Mota. Presidiu a ABL de 2006 a 2007, e de 2010 a 2011. Também integra a Academia das Ciências de Lisboa e a Academia Brasiliense de Letras.

Em sua trajetória, o escritor participou de vários conselhos institucionais, comissões julgadoras de prêmios literários e culturais e comissões vinculadas à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Recebeu dezenas de títulos honoríficos e comendas mais importantes do Brasil. Publicou inúmeros livros, entre eles Em Torno da Sociologia de Caminhão, Coronel, Coronéis, Itinerário na Corte e Intenção e Gesto, com várias reedições e traduções para outros idiomas.

TRAJETÓRIA - Medeiros lembrou que homenageado assumiu a presidência da Assembleia entre 1995 e 1996, demonstrando total fidelidade às boas práticas do serviço público. Foto: Jarbas Araújo

TRAJETÓRIA – Medeiros lembrou que homenageado assumiu a presidência do TCU entre 1995 e 1996, demonstrando total fidelidade às boas práticas do serviço público. Foto: Jarbas Araújo

“A nomeação deste pernambucano para o TCU significava a convocação para um dos mais proeminentes cargos em instituições públicas do Brasil, ao qual ascendeu por méritos próprios”, destacou o presidente da Assembleia, deputado Eriberto Medeiros (PP), na abertura da cerimônia. O parlamentar lembrou que Vilaça assumiu a presidência do órgão entre 1995 e 1996, demonstrando total fidelidade às boas práticas do serviço público.

Antônio Moraes enfatizou que Vilaça é um homem de determinismo férreo e inteligência aguçada, reconhecido nacional e internacionalmente pelo preciosismo de seus estudos e pela vasta produção literária. “Todas as homenagens feitas, ou a serem realizadas, terão sido poucas a esse ilustre pernambucano”, frisou. A deputada Priscila Krause (DEM) também fez uma saudação ao acadêmico.

Marcos Vilaça recebeu uma placa comemorativa da Alepe. Ele agradeceu  o reconhecimento, lembrando que foi funcionário da Casa. “Essa iniciativa é uma grande generosidade das pessoas que me reconhecem como um ‘pernambucanista’ pelo grande amor que tenho por este Estado”, ressaltou. 

Durante a reunião, o Maracatu Cambinda Brasileira, de Nazaré da Mata, que tem 101 anos e foi reconhecido como Patrimônio Vivo de Pernambuco, realizou uma apresentação. A presidente da agremiação, Edlamar Lopes, recebeu um certificado de reconhecimento da Assembleia. O Coral Vozes de Pernambuco, formado por servidores da Alepe, e o cantor Ed Carlos fizeram apresentações musicais ao longo da solenidade. O encontro também contou com a presença de diversas autoridades, entre elas, o deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE).

Elielson Lima 27 ago 2019 - 23:00m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog