Jaboatão – Aniversário
GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
PCR – Cred Pop
Homenagem Cantora Alcione é a mais nova cidadã pernambucana

Cantora Alcione é a mais nova cidadã pernambucana


“Esta homenagem só vai confirmar uma coisa que eu já sei que sou: uma cidadã pernambucana.” Foi assim que a cantora Alcione recebeu o Título de Cidadã de Pernambuco, concedido a ela na noite desta quinta (31), em Reunião Solene realizada no Plenário da Assembleia Legislativa. A homenagem foi proposta pelo presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP) que presidiu a cerimônia. Para o parlamentar, fã da Marrom (como é conhecida), ela é “uma das melhores e mais autênticas intérpretes do País”.

Alcione Dias Nazareth nasceu em São Luís do Maranhão, no dia 21 de novembro de 1947. Começou a carreira musical já aos 12 anos, graças ao seu pai, que era policial e integrante da banda da corporação. “Meu pai aprendeu a tocar trompete andando 12 quilômetros por dia para ir até a casa do professor. Ele se tornou mestre da Banda da Polícia Militar do Maranhão, era o cara que mais sabia música naquele Estado”, relembrou a cantora.

Em 1968, ela se mudou para o Rio de Janeiro, onde sua trajetória começou a ganhar projeção e ela fez as primeiras gravações, em 1972. O primeiro álbum, A Voz do Samba, de 1975, popularizou a clássica canção “Não Deixe o Samba Morrer”. Na carreira de Alcione, destacam-se sucessos como “Sufoco”, “Gostoso Veneno”, “Menino sem Juízo”, “Você me Vira a Cabeça” e “Meu Ébano”.

“Já faz quase cinco décadas que, com sua voz potente, sorriso largo e muito samba de qualidade, a Marrom tem conquistado o público por onde passa. Em Pernambuco, sua influência é sentida nos sambistas da cidade e em todas as nossas escolas de samba”, observou, em discurso, o presidente da Alepe. “Mesmo com toda essa bagagem e reconhecimento, Alcione nunca negou ou esqueceu suas origens. Sempre fez questão de dizer que é de São Luís, do Maranhão, e nordestina com muito orgulho”, ressaltou Medeiros. O carinho pelas origens nordestinas foi confirmado pela cantora. “Eu tenho orgulho nesta vida de três coisas: de ser mulher, ser negra e ser nordestina. Se falarem de qualquer uma dessas três, me tiram do sério”, declarou Alcione, em entrevista coletiva antes da Reunião Solene.

Elielson Lima 31 out 2019 - 22:14m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade – Olinda

Publicidade – Alepe

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog