PCR – Cred Pop
GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
Jaboatão – Aniversário
Luto Mundo político lamenta morte do jornalista Inaldo Sampaio

Mundo político lamenta morte do jornalista Inaldo Sampaio


Foi com profundo pesar que recebi a noticia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Inaldo era um profundo conhecedor da política pernambucana e defensor intransigente da democracia. Emprestou seu talento aos três principais jornais da capital, além de varias rádios e páginas da internet. Quero expressar minha solidariedade à família e aos amigos.

PAULO CÂMARA – Governador de Pernambuco

“Inaldo Sampaio foi um jornalista competente e crítico, com excelente trânsito entre todos os que fazem a política em Pernambuco. Seu olhar sempre atento e suas análises, que alcançaram todas as regiões do Estado, em veículos diversos, farão falta. Minhas condolências a todos os seus familiares e amigos neste momento de perda” (Fernando Monteiro, deputado federal)

Inaldo, que assinou a coluna Fogo Cruzado, morreu na madrugada desta segunda-feira (11) após sofrer uma parada cardíaca. Atualmente, Inaldo Sampaio era colunista político da rádio CBN Recife, assinava coluna política no Diário de Pernambuco e era assessor de imprensa do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE). 

Deputado Fernando Monteiro

Recebi com tristeza a notícia do falecimento de Inaldo Sampaio, uma referência do nosso Jornalismo Político, com passagens, entre outros, pelos três principais jornais do Estado. Inaldo fazia Jornalismo com decência, ouvindo todos os lados; tinha elevada consciência social. Fica a lacuna. Peço que Deus nosso senhor o receba em sua infinita misericórdia e que conforte sua família neste momento tão difícil.

Recebi com tristeza a notícia do falecimento de Inaldo Sampaio, uma referência do nosso Jornalismo Político, com passagens, entre outros, pelos três principais jornais do Estado. Inaldo fazia Jornalismo com decência, ouvindo todos os lados; tinha elevada consciência social. Fica a lacuna. Peço que Deus nosso senhor o receba em sua infinita misericórdia e que conforte sua família neste momento tão difícil.

Nadegi Queiroz – Prefeita de Camaragibe

Amanhecemos nesta segunda com uma notícia muito triste, a do falecimento do querido Inaldo Sampaio na madrugada. Inaldo era dos bons; fazia um respeitado Jornalismo com espírito público, ouvindo os dois e ajudando os leitores a se elucidarem nos caminhos da Política. No campo pessoal, Inaldo era um amigo com quem convivi desde a época que meu pai era prefeito. Nosso último encontro foi um animado almoço no dia do meu aniversário, em 11 de julho, quando trocamos impressões sobre os cenários local e nacional. Uma grande perda! Deixa aqui registado meus pêsames à família e peço que Deus os conforte nesta hora de passagem.

Bruno Pereira – Prefeito de São Lourenço da Mata

Hoje lamentamos a partida do jornalista e colunista político Inaldo Sampaio. Sua reconhecida atuação à frente das colunas Fogo Cruzado e Pinga-Fogo, sua passagem pelos três jornais da capital, sem contar o trabalho exercido no rádio e no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, por 24 anos, são marcas indeléveis que servem de exemplo para os jornalistas do futuro, cientes de que informar é a base de qualquer democracia. Em nome de todos que fazem a Assembleia Legislativa, manifestamos nossas condolências, tendo certeza de que sua ausência é sentida pela sociedade pernambucana. Nos solidarizamos à dor da sua família e amigos.

Deputado Eriberto Medeiros
Presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco

Recebi com muita tristeza a notícia da morte do jornalista Inaldo Sampaio, com quem convivi nos meus 37 anos de vida pública. O jornalismo pernambucano perde um de seus principais articulistas, um profissional dedicado que tanto contribuiu para levar informação de qualidade, sempre com muita isenção. Expresso minhas condolências a seus familiares e amigos nesta hora tão difícil.
Fernando Bezerra Coelho – Senador

A morte do jornalista Inaldo Sampaio deixa uma enorme lacuna no jornalismo político de Pernambuco. Meus votos de solidariedade a seus familiares e amigos para que possam superar este momento difícil.
Fernando Filho – Deputado Federal

O jornalismo perde um talento imenso. Inaldo Sampaio teve sua última coluna publicada, nesta segunda-feira (11), deixando milhares de leitores, admiradores e amigos sem suas opiniões coerentes. Inaldo era um profissional respeitadíssimo no universo da política e fará muita falta em tempos nos quais vozes sensatas precisam ser ouvidas. Lamento profundamente a perda desse grande formador de opinião e expresso meus sinceros sentimentos de solidariedade a todos familiares e amigos de Inaldo Sampaio.

Miguel Coelho – prefeito de Petrolina

Com pesar, recebemos hoje a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. De origem sertaneja, natural de São José do Egito, Inaldo se tornou referência no jornalismo político pernambucano como colunista do Jornal do Commercio, Folha de Pernambuco e, por último, do Diário de Pernambuco, além de ter sido também repórter de O Globo. Durante sua trajetória, buscou a imparcialidade, fazendo a leitura dos fatos com perspicácia e isenção. O jornalismo de Pernambuco perde com sua morte.

A todos seus familiares, amigos e leitores, nossa solidariedade nesse momento. 

Sileno Guedes

A morte Inaldo Sampaio é uma grande perda para o jornalismo em nosso Estado. Com suas análises profundas e corretas tínhamos o panorama do que estava ocorrendo em nosso País. Meus sentimentos aos familiares e que Deus os ajude neste momento de dor.

Deputado estadual Manoel Ferreira (PSC)

Secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e Presidente estadual do PSB

O jornalismo perde, hoje, um grande profissional. Inaldo Sampaio foi exemplo de exercício da profissão com ética e respeito. Nunca deixou de dar suas opiniões, mas sempre respaldado nos princípios do bom jornalismo. Além de mestre na arte de escrever, era talentoso músico e se apresentou várias vezes no São João de Caruaru com a sua banda Pingo Fogo. À família e amigos, deixo meu abraço solidário.

Deputado estadual José Queiroz

É com profunda tristeza que recebemos a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio, nesta segunda-feira, 11 de novembro.
Jornalista competente, de muita experiência, Inaldo atuava de maneira independente, além de ser um profundo conhecedor da política local e nacional. Seu desaparecimento deixa uma grande lacuna no jornalismo pernambucano.
Solidarizamo-nos com a família por esta perda irreparável.
Deputado federal Daniel CoelhoPresidente Estadual do Cidadania-PE

O jornalismo perde um talento imenso. Inaldo Sampaio teve sua última coluna publicada, nesta segunda-feira (11), deixando milhares de leitores, admiradores e amigos sem suas opiniões coerentes. Inaldo era um profissional respeitadíssimo no universo da política e fará muita falta em tempos nos quais vozes sensatas precisam ser ouvidas. Lamento profundamente a perda desse grande formador de opinião e expresso meus sinceros sentimentos de solidariedade a todos familiares e amigos de Inaldo Sampaio.

Miguel Coelho – prefeito de Petrolina

Pernambuco perde um dos seus mestres do jornalismo político, um homem que sabia, como poucos, o mapa político do nosso Estado. Atuando em várias plataformas de comunicação, Inaldo Sampaio soube como poucos fazer a transição do analógico para o digital, levando as suas análises, tão necessárias para entendermos o momento conturbado que vive o País, para todas as novas mídias que surgiram com a internet. Deixo minhas condolências à família e que encontrem em Deus o conforto necessário para atravessar este momento.

Deputado federal André Ferreira (PSC)

O jornalismo pernambucano está de luto com a partida precoce do colunista e músico Inaldo Sampaio, uma referência da imprensa do nosso Estado. Expresso as minhas condolências à família de Inaldo, a Ivanildo Sampaio, seu irmão, e ao povo de São José do Egito que, neste momento, chora a morte do seu filho ilustre.

Tadeu Alencar
Líder do PSB na Câmara dos Deputados

O jornalismo pernambucano perdeu, hoje, um dos seus grandes nomes. E eu perdi um grande amigo. Conheci Inaldo Sampaio antes mesmo de eu entrar na vida pública.

Sempre solícito, dava-me sugestões e conselhos. O equilíbrio era uma das grandes virtudes de Inaldo. Era um jornalista de bom-senso, que prezava pela correção constantemente. Quando ele saiu do hospital há poucos dias, liguei para ele. A  ligação o surpreendeu, porque fui a primeira pessoa a ligar após sua saída do hospital.

Inaldo Sampaio brilhou no jornalismo e o seu nome servirá de exemplo para futuras gerações.

Que Deus conforte seus familiares e que os abençoe sempre.

EDUARDO DA FONTE, deputado federal.

Elielson Lima 11 nov 2019 - 14:06m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade – Olinda

Publicidade – Alepe

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog