Gov Bolsa Família Nova
Pref Cabo
Opinião Goiana e as eleições 2020

Goiana e as eleições 2020


Por Alexandre Almeida

Goiana está a menos de um ano de eleger um novo prefeito. É inevitável que, com o pleito batendo a porta, aclasse política discuta o surgimento de nomes que almejam comandar o executivo municipal.

Essa eleição será uma grande oportunidade para se discutir com os candidatos e partidos os temas locais e as soluções para diversos e complexos problemas urbanos que afetam o dia a dia dos goianenses. Diante de nós está a chance de ver o município, seus obstáculos e oportunidades sob a ótica da cidade e do cidadão, e de responder a perguntas como se estamos preparados para integrar as novas tendências em mobilidade, moradia e tecnologias a serviço do cidadão e quais medidas legais precisam ser revistas para essas inovações.

Não podemos admitir, como em 2016, que a escolha do gestor que comandará um orçamento milionário tendo a perspectiva de que 2021 a 2024 ultrapassará a cifra de um bilhão e seiscentos milhões de reais, se reduza a frases de efeito, discursos vitimistas, ataques pejorativos e comparações infundadas. É necessário que o debate deva estar assentado em conceitos de cidade e nas políticas que se materializam na vida pessoas por meio dos serviços públicos. Questões de saúde, educação, infraestrutura e segurança precisam dominar o debate. Afinal de contas, esses são os temas que mais afetam o dia a dia das pessoas. Deve haver também uma discussão clara sobre a capacidade de o governo local de gerar oportunidades de trabalho e renda em um quadro de altas taxas de desemprego, atuando diretamente ou estimulando o investimento privado.

Em um momento de falta de confiança nos políticos e nas instituições, criar espaços de participação da sociedade tem enorme importância para uma gestão moderna e o aprimoramento da democracia. Mais do que falar alto nos microfones das rádios e bater no peito, o próximo prefeito ou prefeita deverá se impor ao dialogo. Os desafios atuais são enormes, e é necessário ampliar a escuta passando pela sociedade atravessando o Palácio das Princesas e chegando ao Governo Federal para melhorar a tomada de decisão que afetará a vida dos goianenses.

Chegou o momento de Goiana mudar seu patamar de ação política e assumir agendas importantes para a construção de uma cidade com mais bem-estar para todos. A sociedade civil precisa assumir essa agenda e defender, com todos os candidatos, os temas de interesse dos goianenses, que desejam viver num município onde decisões da gestão pública sejam planejadas em longo prazo e não sejam modificadas a cada quatro anos. É neste lugar onde conseguimos melhor exercer nossa cidadania, afinal, é nesse ambiente urbano que podemos, diretamente, influenciar a realidade diária e, principalmente o futuro das próximas gerações.  

Alexandre Almeida foi consultor de políticas públicas para juventude da UNESCO, é acadêmico em Direito e membro do Instituto Histórico, Arqueológico e Geográfico de Goiana.

Elielson Lima 30 dez 2019 - 23:25m

Comentários

Curta no Facebook

Pesquisar

Publicidade

 


Arquivos do Blog