Governo – Pandemia não acabou
Coluna Coluna da quarta | Falta alguém que faça a defesa de Bolsonaro em PE sem pensar na eleição

Coluna da quarta | Falta alguém que faça a defesa de Bolsonaro em PE sem pensar na eleição


Tirando de lado os “discursos” presidenciais, as polêmicas e a tentativa do presidente de desviar sempre do foco do que é mais importante. O Governo Bolsonaro merecia ter aqui nas terras lulistas uma voz que fizesse a defesa de forma contundente e sistemática sem ter interesse na próxima eleição ou acenar para o eleitor do presidente.

Para entender melhor, vai um exemplo do outro lado, do extremo lado contrário. Dilma também falava besteiras, não era da política, grossa, um discurso que não tinha fim, mas tinha uma voz lúcida do senador Humberto Costa, que liderava o Governo no Senado, e aqui em Pernambuco tentava de toda forma fazer a defesa da “presidenta”. Sobretudo, carimbando as obras e ações federais.

Em meio a um Governo Federal fraco em comunicação só restaria alguém que em nível local tentasse minimizar a distância dos conterrâneos de Lula com o atual presidente da República. Em meio a crise do Coronavírus, a União já mandou milhões para as cidades e o Estado, quem falou isso na grande mídia? Poucos! E os poucos que falam só pensam no pleito municipal.

Finalizou, para ser justo, dou um exemplo de aliado, na vizinha Campina Grande- PB, o prefeito Romero Rodrigues assumiu as rédeas dessa defesa e se transformou num verdadeiro porta-voz do bolsonarismo.

ADIOU, MAS NÃO COMO QUIS – Na Comissão de Justiça, o deputado estadual Antônio Coelho (DEM), fez uma manobra regimental para evitar a votação do projeto do Governo que vai criar o sistema de rodízio de placas na RMR durante a Quarentena. Ele conseguiu ganhar dois dias, mas já tava prevista a votação para quinta mesmo. Só que agora será à tarde, porque pela manhã as comissões voltarão a se reunirem.

ISOLAMENTO SOCIAL– O Ministério Público listou as cidades que tem o melhor e o pior isolamento social do Estado. Santa Filomena, Ilha de Itamaracá, Recife e Olinda  são as que tem os melhores indícies. Já, Calumbi e Tabira no Sertão; e Cortês, na Zona da Mata, tem os piores números.

RÁPIDAS

CARGA TOTAL – O Palácio já deu sinais claros que vai dá a carga toda na pré-candidatura de Thomás Brito em Orobó. Ontem, ele já teve reunião com a Compesa para destravar obras importantes. Ele tem a benção do diretor da Perpart, Nilton Mota.

RÉPLICA – A deputada estadual Clarissa Tércio usou as rede sociais para responder o processo do PSOL contra a Rádio de sua família. Ela escreveu: “O PSOL me denunciou por estar “distribuindo” cloroquina nas comunidades. Se eu tivesse distribuindo maconha, certamente seria aplaudida”, disparou.

REPERCUTIU – A nossa coluna de ontem, que falou dos “pais políticos” e a missão de eleger seus filhos na eleição repercutiu muito no meio político. Além do grande número de acessos, valeu a pena a reflexão!

PINGA-FOGO: Chaparral conseguirá emplacar o sucessor em Orobó?

Elielson Lima 13 maio 2020 - 0:23m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog