Governo – Emprego
PCR – Recife Virado
Jaboatão – Anti-rábica
Historiando #Historiando Há 90 anos, aspectos da noite de São João em Carpina

#Historiando Há 90 anos, aspectos da noite de São João em Carpina

Publicado em: 23/06/2020 - 21:47m

Hoje, 23 de junho, é a véspera de São João, uma das maiores e mais tradicionais datas para a região Nordeste do país. Contudo, devido à pandemia do Covid-19, os festejos deste ano vão ocorrer de um modo diferente: as fogueiras e os fogos estão proibidos e o arrasta-pé será dentro de casa. No entanto, ainda dá para decorar a residência e preparar as tradicionais comidas de milho. Esperamos que, no próximo ano, quando tudo isso passar, as celebrações possam ocorrer como de costume.

Aproveitando a passagem dessa importante data, que tal viajar no tempo e acompanhar, a seguir, uma narrativa de 1930, a qual descreve como foi festejada a noite de São João em Carpina naquele ano:

“Foi bem comemorada entre nós, a noite de São João Batista, esse profeta mártir cuja memória a piedosa tradição cristã há de projetar pelos séculos afora.

O inverno, à guisa de tréguas, suspendeu as suas hostilidades, permitindo-nos dois claros dias de sol, permeados por uma noite translúcida, suavemente iluminada pelas mágicas cintilações da via láctea.

Inúmeras ‘fogueiras’ foram armadas na cidade e em torno delas, à noite, grupos de crianças sarabandando, divertiam-se soltando fogos próprios da época.

Adultos e mesmo pessoas de ‘idade respeitável’, ‘bancando’ crianças, faziam coro com elas, no doce esquecimento das múltiplas preocupações que a vida impõe.

Foi bem regular a queima de fogos.

Das portas e janelas de quase todas as casas pendiam multicores lanternas acesas.

Não faltaram as sortes, nem os hinos votivos, nem as inocentes adivinhações que a lenda se encarregou de trazer até a presente geração.

E assim, alegremente, transcorreu a noite do santo precursor de Jesus, sacrificado pela fúria sanguissedenta de Herodes, afiliada à maldade de Herodíade e de Salomé.

O policiamento foi irrepreensível. Nem desordens, nem queimaduras, por explosão de pólvora, nem qualquer outro fato que pudesse perturbar a alegria reinante, temos, felizmente, a noticiar.”

Bom São João a todos!

Imagem: Ilustração/Internet

Referências (texto): Floresta-Jornal (Junho/1930)

Pesquisa: Rodrigo Sávio

Elielson Lima 23 jun 2020 - 21:47m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog