PCR – Recife Virado
Governo – Emprego
Jaboatão – Anti-rábica
Poder Legislativo Câmara de vereadores de Bom Jardim rejeita proposta de aumento de contribuição previdenciária de funcionários públicos

Câmara de vereadores de Bom Jardim rejeita proposta de aumento de contribuição previdenciária de funcionários públicos

Publicado em: 27/08/2020 - 17:19m

O Projeto de Lei nº 13/2020 do executivo municipal solicitava o aumento para 14 % de desconto para os funcionários que contribuem com o Fundo Municipal Previdenciário

A Câmara de Vereadores de Bom Jardim, confirmou nesta quinta-feira (27), por seis votos contra e quatro a favor, a reprovação à proposta enviada pelo prefeito de Bom Jardim, João Lira (PSD), de aumentar o percentual de contribuição dos funcionários públicos no Fundo Previdenciário Municipal – Fumape. Em primeira votação, realizada na última terça-feira (25), o legislativo já havia avaliado e negado o Projeto de Lei (PL) nº 13/2020, pela maioria dos votos.

De acordo com o presidente da Câmara, José Gomes Medeiros, o Jotinha da Funerária (PRTB), “a Câmara de Vereadores tem o papel de defender os funcionários. E tudo que prejudica o povo não será admitido”, destacou Jotinha.

Uma das considerações feitas pela bancada de oposição é de que a realização de um concurso público seria a melhor opção para acrescer as contribuições ao Fumape. “Somos todos a favor do povo e contra ao que é tirado dele. Se precisar, que seja feito um concurso”. Lembrou o presidente da Câmara.

Ainda durante a realização da Terceira Sessão Ordinária do Terceiro Período Legislativo da Câmara de Vereadores de Bom Jardim, o Executivo Municipal sofreu outra derrota. O projeto de Lei nº 14/2020 que pede crédito adicional suplementar de 23% a Lei de Diretrizes Orçamentaria (LDO) de 2021 para o município não foi admitida. Mas uma emenda ao PL foi apresentada com a indicação de 15% para o acréscimo no orçamento do município, em vez dos 23%. A alteração foi aceita, por unanimidade, nas duas votações, apesar dos protestos dos vereadores que apoiam o prefeito.

O percentual de 15% – que equivale ao valor de R$ 16 milhões – deverá ser destinado a execução de obras nas áreas de infraestrutura, educação e saúde. “Não somos contra o prefeito, mas estamos aqui para avaliar o que é melhor para o povo. O percentual aprovado de 15% já garante que essas melhorias para o município sejam feitas. Se ele precisar de mais, que seja solicitado futuramente”, explicou o presidente da Câmara, Jotinha da Funerária.

Elielson Lima 27 ago 2020 - 17:19m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog