Governo – Pandemia não acabou
Governo de Pernambuco Paulo Câmara anuncia investimento de R$ 2,3 milhões em parque urbano de Gravatá

Paulo Câmara anuncia investimento de R$ 2,3 milhões em parque urbano de Gravatá


O governador Paulo Câmara assinou, nesta terça-feira (18.08), ordem de serviço para o início das obras do Parque Ambiental Janelas para o Rio, que será construído em Gravatá, município do Agreste do Estado. O equipamento, terceira construção desse porte em Pernambuco, contará com um investimento de aproximadamente R$ 2,3 milhões, e terá cerca de 10 mil metros quadrados de área, beneficiando mais de 84 mil habitantes.

“O parque urbano de Gravatá é uma obra que vai criar lazer e entretenimento, preservando o meio ambiente. Será voltado para práticas que trazem melhoria na qualidade de vida da população. Vivemos momentos difíceis, mas vamos continuar trabalhando em favor de todo o Estado de Pernambuco. Nós acreditamos que é essencial promover cidades cada vez mais sustentáveis”, pontuou o governador.

O parque será implantado em área adjacente ao antigo Matadouro Público Municipal, no bairro do Jucá, atualmente sem uso efetivo. Pouco mais da metade de cinco mil metros quadrados do espaço será destinada ao setor de equipamentos e lazer, com itens como pista de cooper e playgrounds. O restante do espaço será destinado à preservação ambiental, com pontos de reflorestamento e bloco destinado à educação ambiental.

A secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, Fernandha Batista, esteve presente à solenidade de assinatura da ordem de serviço, além do deputado estadual Waldemar Borges. Fernandha observou que o novo equipamento faz parte de um propósito de requalificação do Rio Ipojuca, que corta o município de Gravatá.

“Outras obras também estão em andamento na bacia hidrográfica do rio, como em Caruaru e em São Caetano. Essa obra de Gravatá contempla tanto a questão do lazer como a preservação do rio e essa aproximação da convivência adequada. É um projeto sustentável, que atende a uma questão fundamental, a educação ambiental”, afirmou a secretária. Os outros dois parques que estão em construção, citados por ela, somam um investimento de R$ 9 milhões.

O projeto Janelas para o Rio foi elaborado pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), dentro do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca (PSA Ipojuca), financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A concepção atende aos dispositivos estabelecidos na NBR-9050, que trata de acessibilidade a edificações, mobiliário, espaço e equipamentos urbanos. A previsão de conclusão dos trabalhos é de seis meses e a fiscalização da construção ficará por conta da Secretaria Executiva de Recursos Hídricos.

PARQUES – O primeiro Parque Janelas para o Rio no Estado começou a ser construído em setembro de 2019, em Caruaru, no terreno da Escola Municipal Altair Nunes Porto, no bairro do Cedro, um local de grande densidade demográfica e carência de áreas de lazer. O equipamento está sendo instalado em uma área de mais de seis hectares, com três deles destinados ao reflorestamento. A obra, paralisada por causa da pandemia da Covid-19, está em tratativas para retomada, com novo prazo de conclusão em janeiro de 2021 e um investimento de R$ 6 milhões.

O segundo parque está sendo erguido na cidade de São Caetano, no loteamento São José, em uma área entre o Rio Ipojuca e a BR-232. Possui 2,71 hectares, sendo aproximadamente dois deles voltados para o lazer e o restante destinado à preservação ambiental. Com um investimento de quase R$ 3,5 milhões, a obra deve ser finalizada em março do próximo ano.

Fotos: Pedro Menezes/SEI

Elielson Lima 18 ago 2020 - 21:48m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog