Governo – Pandemia não acabou
RMR Prefeitura entrega mais de 170 escrituras em Vila Nova

Prefeitura entrega mais de 170 escrituras em Vila Nova


A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, entregou 172 registros de títulos de propriedade aos moradores da Comunidade de Vila Nova. Realizada na manhã desta sexta-feira (07) com a presença do Prefeito Lula Cabral, a entrega simbólica das escrituras ocorreu dentro da localidade e encerrou um ciclo de 40 anos, período em que os ocupantes da área tentavam obter a regularização dos imóveis. A iniciativa faz parte do projeto municipal Escritura na Mão, que tem como meta conceder escrituras públicas e atender as necessidades de interesses sociais.

A regularização fundiária da comunidade Vila Nova foi planejada e conduzida pela Procuradoria-Geral do munícipio e contou com suporte das secretarias de Planejamento e Meio Ambiente, Programas Sociais, Finanças e Arrecadação e Superintendência de Habitação.

“É uma alegria e um privilégio muito grande ser o gestor do município neste momento tão importante, de está trazendo dignidade aos moradores aqui de Vila Nova. Era uma luta muito antiga dos moradores, do Everaldo (líder da comunidade) que trabalhou junto com a Prefeitura para conseguir. Posso dizer que talvez seja o dia de maior alegria da minha gestão neste terceiro mandato. Colocar placa de rua, números nas casas, e o principal, entregar as escrituras para os cidadãos, dando dignidade à todos eles”, afirmou o prefeito Lula Cabral, que para marcar o ato, foi até à casa de cinco moradores realizar a entrega simbólica das escrituras.

O líder da comunidade Everaldo Ulisses falou sobre a luta que durou décadas e comemorou o final feliz da causa. “Uma luta vencida depois de muitos anos, que iniciou com a associação e que pôde enfim acontecer, depois depois de muita luta. Naquela altura, foram garantias da realização de um sonho, e hoje isso é oficial. É um momento ímpar, que ficará registrado na história de cada morador local”, disse ele.

A Procuradoria-Geral do município está trabalhando para a liberação de escrituras em outras localidades, destacou o procurador João Batista de Moura. “É um dia muito especial. Estamos efetivando a primeira regularização fundiária feita no município”, enfatizou. “Nenhum morador dessa comunidade tinha qualquer documento que o desse direito à propriedade, e agora estamos entregando essas escrituras”, afirmou.

Elielson Lima 07 ago 2020 - 14:40m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog