Governo de Pernambuco – Use máscara 1
PCR – COVID
Coluna Coluna da quinta | Eleição em Carpina promete ser um verdadeiro clássico

Coluna da quinta | Eleição em Carpina promete ser um verdadeiro clássico


A cidade de Carpina, na Mata Norte, parou ontem para acompanhar os primeiros números da corrida eleitoral deste ano. A polarização Botafogo-Lapa ficou mais uma vez evidente no empate técnico apontado pela pesquisa Naipes.

O pleito deste ano, pelo que apresentam-se os números, será um verdadeiro clássico. Talvez, seja uma das eleições mais acirradas da história recente da cidade. Um fator pesa a favor e contra Botafogo (PDT), ele está a muitos anos no poder que acumula um desgaste natural, ao mesmo tempo que confere a ele uma competitividade por está em pleno vapor na gestão. E ao contrário do que muitos pregavam, a gestão atual não é tão rejeitada assim. A Oposição terá a missão de desassociar o prefeito da sua própria gestão, tarefa que não é tão simples de fazer. Um fator é indiscutível, Botafogo sabe e tem disposição para fazer eleição.

Por sua vez, o ex-prefeito Joaquim Lapa (PTB) conseguiu decantar a rejeição da sua última gestão que já faz 16 anos que terminou. O tempo faz bem ao político e para Lapa foi um santo remédio pela baixa rejeição que a pesquisa apontou. Outro fator favorável é a profissionalização de sua campanha, o seu companheiro de chapa Diogo Prado conseguiu assumir as rédeas do processo e dá esse tom ao grupo. Mas, não pode errar diante do gigante que está enfrentando.

Por fim, diferente de como foi em 2004 e 2008 onde Botafogo ganhou por quase o dobro do segundo colocado. A eleição deste ano será mais semelhante do que o cenário de 2016 com uma possível tendência de mais acirramento. Quem viver, verá!

VICE – A outra expectativa que vive a eleição de Carpina é de quem vai compor a chapa do atual prefeito. Uns dizem que ele renovará o vice Marcelo Pascoal (PSDB), outros falam que o presidente da Câmara de Vereadores, Bila (PDT) ocupará o posto. Esse é um assunto que se encerra domingo, dia 6 de setembro, data da convenção de Botafogo.

SE MOVIMENTANDO – Depois de articular bastante e se tornar o escolhido do bloco da Oposição, o prefeiturável Mendonça Filho (DEM) foi perspicaz ao colocar sua convenção para o último dia do prazo para realizar as convenções, 16 de setembro. Até lá, o democrata está com todo gás tentando atrais mais legendas para sua frente. Há quem diga que o vice dele vai surpreender muita gente e já começou ser articulado com um partido de fora do bloco.

JOGADOR COMPETENTE – No primeiro mandato no Congresso Nacional, o deputado federal Silvio Costa Filho é um exemplo de quando o aluno supera o mestre. Além de fazer o movimento no Planalto Central, ele fez o jogo certo no Recife. Na medida que a Oposição batia cabeça, Costa Filho retornou a Frente Popular pela porta da frente. Muito maior e melhor de que como saiu.

SEM CHANCE – O deputado Túlio Gadelha já foi comunicado que não vai ser candidato. Essa é segunda vez que a executiva diz isso a ele, na última ele chorou copiosamente. Prevaleceu para Lupi a aliança nacional com o PSB. E ainda com a possibilidade de indicar a vice de João Campos.

RÁPIDAS

PAROU GERAL – Sem liberação da Câmara dos Vereadores , o prefeito de Timbaúba, Ulisses Felinto (PSB) teve que parar tudo. Através de portaria, ele suspendeu todos os contratados até conseguir dotação para cumprir os salários.

ESTOURO – Quero agradecer os milhares de acessos que contabilizamos ontem com a divulgação da pesquisa de Carpina e as análises que fizemos ao longo do dia.

FORÇA NA REELEIÇÃO – A prefeita Raquel Lyra (PSDB) confirmou os apoios dos partidos Avante, Cidadania e Democratas para sua pré-candidatura a reeleição em Caruaru.

PINGA-FOGO: FBC está fazendo o jogo de Mendonça ou jogo da página virada?

Elielson Lima 03 set 2020 - 0:02m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog