Governo de Pernambuco – Use máscara 1
Opinião Delegada Patrícia precisa melhorar sua estratégia eleitoral e jurídica

Delegada Patrícia precisa melhorar sua estratégia eleitoral e jurídica


A candidata Delegada Patricia (Podemos) acusou o golpe que a Justiça Eleitoral infringiu contra ela, punindo sua campanha por propaganda irregular.
Mal orientada politicamente pelo seu staff, ao invés de dar o caso por encerrado, produziu uma nova peça publicitária, desta vez, acusando o adversário João Campos pela ação contra ela.
Na linguagem jurídica, segundo o TRE, agiu fora da lei. No palavreado da politica partidária e eleitoral, ao acusar João Campos, a atitude da campanha da Delegada passou o recibo de quem sentiu a estocada.
O episódio viralizou nas redes sociais e a militância vem utilizando contra a candidata do Podemos.

Duas lições que Patrícia deve extrair do deslize que cometeu: uma, cobrar mais atenção da sua área jurídica pela falha. A segunda, corrigir sua estratégia eleitoral, se quiser ter as chances de ir para o segundo turno. Sua coordenação precisa entender de uma vez por todas que o adversário da Delegada no primeiro turno não é Marília Arraes (PT) e Mendonça Filho (DEM), que estão numericamente à frente dela. E que ela só tem chances de alcançar o segundo turno chegando na frente desses dois. É matemática pura. Ponto.

Elielson Lima 13 out 2020 - 10:36m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog